MPF entra com novo pedido de adiamento do concurso da PF 2021

O concurso da PF 2021 pode ser adiado devido ao pedido que o Ministério Público Federal (MPF) fez para à Justiça Federal. Caso o pedido seja aprovado, esse será o segundo adiamento tendo o mesmo motivo, a preservação da vida dos candidatos da Covid-19.

MPF entra com novo pedido de adiamento do concurso da PF 2021
MPF entra com novo pedido de adiamento do concurso da PF 2021 (Imagem: Reprodução A Tarde- Uol)

Adiamento do Concurso da PF

A prova do concurso público da Polícia Federal está agendada para o próximo domingo, 23 de maio de 2021. No entanto, ela está correndo o risco de ser adiada pela segunda vez. De início ela estava marcada para o dia 21 de março.

O Ministério Público Federal (MPF) fez uma ação na Justiça Federal pedindo que a prova seja novamente adiada, pois, devido ao cenário que a sociedade encontra no momento, por conta do coronavírus, à vida e bem estar dos candidatos precisam ser preservados.

O concurso conta com 321.014 candidatos inscritos o que pode ser um grande risco e “alastramento em larga escala do vírus.”

O procurador da República Oscar Costa Filho, autor da ação, disse: “Eventos massivos, a exemplo de concursos públicos nacionais, que podem reunir, em um mesmo ambiente, dezenas de milhares de candidatos, representam imenso risco à vida de candidatos, seus familiares, bem como de toda a sociedade.”

O pedido ainda está em análise, já que o MPF pediu a Cebraspe, banca organizadora, todas as medidas do protocolo de segurança que serão seguidas no dia da aplicação da prova.

Concurso PF

O edital do concurso da Polícia Federal de 2021 contou com 1.500 vagas de emprego abertas para candidatos de nível superior.

Os cargos disponíveis foram de: Delegado da Polícia Federal (ensino superior em direito),  Agente da Polícia Federal, Escrivão da Polícia Federal e Papiloscopista da Polícia Federal.

A remuneração era de R$ 12.522,50, exceto para o cargo de Delegado que foi de R$ 23.692,74. Para todos os cargos à jornada de trabalho são de 40 horas semanais em regime de tempo integral.

A prova objetiva conta com 120 questões de caráter eliminatório e classificatório, além de uma prova discursiva aplicada no mesmo dia. As questões foram constituídas com base dos seguintes assuntos:

  • Português;
  • Administrativo;
  • Constitucional;
  • Penal e Processo Penal;
  • Legislação Especial;
  • Estatística;
  • RLM;
  • Informática;
  • Contabilidade Geral;
  • Arquivologia;
  • Biologia;
  •  Física;
  • Química;
  • Direito no Geral.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Mariana Castro
Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes - SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a sessão de carreiras do FDR, produzindo pautas sobre educação e emprego.