Como estão funcionando os bares e restaurantes no Rio de Janeiro?

No Rio de Janeiro, a prefeitura flexibilizou as medidas de restrição contra o coronavírus através de um decreto publicado na última sexta, 7. As novas determinações valem até o próximo dia 20, e as alterações acontecem em meio ao atraso na vacinação no município e ao recorde de novos casos da doença em todo o estado.

Como estão funcionando os bares e restaurantes no Rio de Janeiro?
Como estão funcionando os bares e restaurantes no Rio de Janeiro? (Imagem: ANDRE MELO ANDRADE/ESTADÃO)

As novas medidas de flexibilização englobam os bares e restaurantes, academias, casas de shows e o trabalho de vendedores ambulantes nas praias. 

Mesmo que o decreto não fale a respeito das praias, parques e cachoeiras, a prefeitura diz que esses locais também, podem ser frequentados aos finais de semana e feriados. 

Confira o que mudou a partir do novo decreto:

  • Bares e restaurantes: podem abrir sem restrições de horário; apresentações ao vivo até às 23h
  • Praias, parques e cachoeiras: podem abrir todos os dias
  • Trabalho de ambulantes nas praias: liberado todos os dias da semana
  • Casas de shows: podem abrir e receber até 40% da capacidade total
  • Estacionamento na orla: liberado
  • Áreas de lazer no Leblon e em Copacabana: podem funcionar aos domingos
  • Academias: aulas coletivas liberadas somente com um aluno a cada quatro metros quadrados

Permanece proibido 

  • Boates
  • Rodas de samba
  • Entrada de ônibus fretados na cidade, com excessão dos que prestam serviços para hotéis

Prefeito admite dificuldade de fiscalização 

O prefeito do Rio, Eduardo Paes, disse que é difícil fiscalizar as novas regras e pediu para que os donos de estabelecimentos e a população respeitem as determinações.

Paes disse que se forem identificados casos de desobediência as regras em locais específicos da cidade, pode voltar a colocar medidas mais restritivas.

“Nós vamos adotar medidas mais restritivas se as pessoas acharem que não é para respeitar mais regra nenhuma. Essas regras são, de fato, mais complexas para a gente fiscalizar.”

O Prefeito também desmentiu o suposto recorde de casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, divulgado na quinta, 6. Ele afirmou que os números mostram uma queda na quantidade de casos e mortes.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.