14⁰ salário para aposentados do INSS? Projeto volta a ser pauta do Senado para 2021

O 14º salário do INSS voltou a fazer parte das pautas debatidas no Senado Federal. Isso porque, o senador Paulo Paim (PT-RS) apresentou o Projeto de Lei (PL) 3.657 que cria novas medidas sobre o benefício.

14⁰ salário para aposentados do INSS? Projeto volta a ser pauta do Senado
14⁰ salário para aposentados do INSS? Projeto volta a ser pauta do Senado. (Imagem: FDR)

Em justificativa, o senador alegou que esta nova proposta seria capaz de injetar R$ 42 bilhões na economia do país. Isso porque, cerca de 64% dos municípios brasileiros dependem economicamente dos benefícios previdenciários concedidos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS)

Neste sentido, fez-se uma solicitação para que ocorra uma audiência pública com o intuito de haver um debate sobre o tema. Até lá, o senador Paulo Paim deve se reunir junto a demais representantes para discutir os trâmites do PL. 

Até que o pauta seja apreciada, prevalece o calendário de pagamentos do 13º salário do INSS.

Os depósitos foram liberados somente após a sanção do Orçamento de 2021, disponibilizando o pagamento do benefício em duas parcelas, sendo a primeira paga no mês de maio e a segunda em junho. 

Cada parcela consiste em 50% do valor integral, sendo que a primeira parcela deve ser paga em conjunto com os benefícios originais do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) entre o período de 25 de maio a 8 de junho.

Enquanto isso, a segunda parcela está prevista para ser paga em junho, mais precisamente, entre 24 de junho a 7 de julho. A princípio, a antecipação do 13º salário do INSS havia sido prometida por Bolsonaro para acontecer em abril.

A medida é adotada eventualmente pelo Governo Federal, embora tenha ganhado novas proporções com a chegada da pandemia. Isso porque, a antecipação do 13º salário do INSS contempla justamente o grupo de risco da Covid-19, composto pelos idosos. 

O calendário de pagamentos do benefício mensal começou na última segunda-feira, 26, fator que pode ser visto como um impasse para a antecipação do 13º salário do INSS.

Também há a possibilidade de o Governo Federal decidir implementar um calendário extraordinário de pagamentos no último momento ou, até mesmo, efetivar a antecipação junto ao depósito mensal dos benefícios previdenciários. 

Lembrando que se trata de possibilidades. Enquanto isso, prevalece o seguinte calendário:

Benefícios com valor máximo de um salário mínimo

Dígito final 1ª parcela – Maio 2ª parcela – Junho
1 25 de maio 24 de junho
2 26 de maio 25 de junho
3 27 de maio 28 de junho
4 28 de maio 29 de junho
5 31 de maio 30 de junho
6 01 de junho 01 de julho
7 02 de junho 02 de julho
8 04 de junho 05 de julho
9 07 de junho 06 de julho
0 08 de junho 07 de julho

Benefícios superiores a um salário mínimo

Dígito final 1ª parcela – Maio 2ª parcela – Junho
1 e 6 01 de junho 01 de julho
2 e 7 02 de junho 02 de julho
3 e 8 04 de junho 04 de julho
4 e 9 07 de junho 06 de julho
5 e 0 08 de junho 07 de julho

https://www.youtube.com/watch?v=XxRelw1ArEQ

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

14⁰ salário para aposentados do INSS? Projeto volta a ser pauta do Senado para 2021

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA