Você é jovem e NÃO estuda? Governo pretende lhe pagar R$300; entenda!

O Ministério da Economia está estudando a possibilidade de pagar R$ 300 ao jovem que não trabalha e nem estuda. Esse novo auxílio financeiro faz parte do Bônus de Inclusão Produtiva (BIP). No entanto, o governo irá pagar apenas com uma condição: jovens fazerem curso de capacitação a distância.

Você é jovem e NÃO estuda? Governo pretende lhe pagar R$300; entenda!
Você é jovem e NÃO estuda? Governo pretende lhe pagar R$300; entenda! (Imagem: Reprodução Portal FDR)

Bônus de Inclusão Produtiva (BIP)

O Ministério da Economia criou um novo programa chamado de Bônus de Inclusão Produtiva (BIP). Ele foi criado com o objetivo de pagar uma bolsa auxílio no valor de R$ 200 a R$ 300 para os jovens que não trabalham e nem estão estudando, titulado os “nem-nem”, pelo governo.

À princípio o programa foi criado apenas para trabalhadores informais, porém, com a grande quantidade de jovens fora da escola e do mercado de trabalho, o governo decidiu incluí-los ao benefício.

Caso seja aprovado, o jovem deverá fazer um curso de capacitação profissional a distância, só assim ele terá direito de receber a bolsa auxílio. Além disso, os cursos gerarão novas vagas de emprego com carga horária de 4 horas diárias.

Com os estudos em andamento, as empresas terão certeza que o candidato está se preparando e estudando para assumir à vaga na qual se candidatou.

O economista da LCA consultore, Bruno Imaizumi, relatou que o projeto do Ministério da Economia deve ser difícil de sair do papel, pois:

“É um pouco controverso esse programa, porque a gente não sabe de onde vai tirar. A situação fiscal do país hoje não permite a gente falar assim: Vamos criar esse programa e é isso, vamos dar dinheiro pra quem se especializar em tal negócio.”

Jovem sem trabalhar e sem estudar no Brasil

O número de jovens que estão fora do mercado de trabalho, por não conseguir uma oportunidade, aumentou muito no ano passado, 2020. Um grande motivo e real disso foi em virtude da pandemia da Covid-19.

Nos primeiros meses de 2020, antes da pandemia, no Brasil tínhamos 25% de jovens sem trabalhar e sem estudar. Após à pandemia, no segundo trimestre, esse número saltou para 29%.

A grande maioria dos jovens que se formarão em 2019 na faculdade não conseguiram emprego no ano passado. À faixa etária desses jovens são de 15 a 29 anos.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 4.7
Total de Votos: 3

Você é jovem e NÃO estuda? Governo pretende lhe pagar R$300; entenda!

Mariana Castro
Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes - SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a sessão de carreiras do FDR, produzindo pautas sobre educação e emprego.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA