Quais são as apostas do mercado financeiro para maio? Não invista sem saber!

Pontos-chave
  • O cenário de melhora interna tem aliviado os investidores;
  • Vale, Bradesco e B3 estão entre as ações mais recomendadas em dois levantamentos;
  • A Vale possui a preferência de especialistas.

Apesar dos riscos domésticos, o mercado financeiro tem apresentado otimismo para o mês de maio. Diante da insegurança com relação à questão fiscal no país, a sanção do Orçamento 2021 e outros fatores têm contribuído para a melhora de perspectiva. Descubra quais são as apostas do mercado financeiro para maio.

Quais são as apostas do mercado financeiro para maio? Não invista sem saber!
Quais são as apostas do mercado financeiro para maio? Não invista sem saber! (Imagem: Austin Distel/Unsplash)

Assim como aconteceu no mês de abril, com a alta do Ibovespa e a queda do dólar frente ao real, o mercado projeta que este movimento siga para maio, segundo apurado pelo Exame.

Ao analisar o pano de fundo global, a perspectiva está positiva devido aos pacotes de ajuda dos governos de diversos países.

Outro fator em escala global que contribui é a perspectiva de que o Federal Reserve siga com os estímulos monetários.

Ao considerar o cenário local, questões como a continuidade do calendário de vacinação no Brasil, a sanção do Orçamento de 2021, o debate relacionado à reforma tributária são pontos que diminuem a insegurança do mercado.

Por conta da melhora no ambiente interno, os investidores estrangeiros retomaram o aporte de recursos no Brasil em abril. Durante o mês, houve a entrada líquida de R$ 7,4 bilhões.

Este resultado positivo ocorre após dois meses de fortes retiradas. Outro fator importante é que o risco-país, medido pelo CDS, teve redução.

Apostas do mercado financeiro para maio

Com a retomada da economia doméstica, as ações foram favorecidas. Estas voltaram a ter destaque nas carteiras de bancos, corretoras e gestoras. Além das ações, os papéis cíclicos globais — relacionados à demanda por commodities — seguem entre as apostas.

De acordo com o head de renda variável da Exame Invest PRO, Bruno Lima, a Bolsa deverá performar relativamente bem no mês de maio. O analista entende que não deverá ocorrer nenhum cataclisma, ao considerar a melhora nos números da covid-19, na vacina e a temporada de balanços positiva.

Ações mais recomendadas para maio de 2021

Para o mês de maio, três ações tiveram destaque de recomendações: a Vale (VALE3), o Bradesco (BBDC4) e a B3 (B3SA3).

Estas três empresas estiveram no topo das mais indicadas pelos levantamentos feitos pelo InfoMoney e pela Forbes Money.

Pela Carteira compilada pelo InfoMoney, houve a participação de dez corretoras. A Vale ocupa a primeira posição, com nove indicações. Em seguida, o Bradesco foi indicado por cinco corretoras. Na terceira posição, a B3 integrou cinco recomendações.

Já pelo levantamento feito pela Forbes Money, foram avaliadas 24 recomendações de bancos e corretoras.

A Vale esteve presente em 19 recomendações, presente na primeira posição. A B3 e o Bradesco empatam na segunda posição. As duas ações estiveram presentes em 11 recomendações.

A retomada da economia doméstica tem favorecido as ações
A retomada da economia doméstica tem favorecido as ações (Imagem: Burak K/Pexels)

A Vale (VALE3)

O BTG Pactual alega que os fundamentos de oferta e demanda de minério de ferro seguem fortes em meio à grande procura da China. De acordo com os analistas, os papéis da mineradora estão baratos. Eles alegam que estes papeis possuem potencial de valorização.

A Órama Investimentos afirma que o robusto pagamento de dividendos é um grande atrativo, com uma forma de balancear a carteira de investimentos com uma empresa sólida.

O Bradesco (BBDC4)

A XP destaca que, durante o mês, as ações do Bradesco ficaram mais estáveis com pequenas perdas. No final do mês, as ações tiveram grande aumento após o resultado positivo do banco que levaram o mercado a prever bons resultados trimestrais para o setor.

A recomendação de compra, para a XP, está baseada em: fonte de receitas diversificada e defendida; grande potencial de ganho de eficiência com a redução da operação física e digitalização do Bradesco; e valuation atrativo.

A B3 (B3SA3)

A Santander Corretora acredita que o volume diário médio negociado na Bolsa se mantenha em alta, de forma a impulsionar a receita da companhia. Este fator, juntamente com o bom histórico de entrega de resultados e desenvolvimento de novos produtos, tem sido base para a avaliação positiva.

Mesmo com uma desaceleração no desempenho operacional, o banco ainda entende que a B3 deve ter bons resultados.

Isto aconteceria por conta de uma combinação de crescimento forte da receita com diluição de despesas.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Quais são as apostas do mercado financeiro para maio? Não invista sem saber!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Possui experiência em produção textual e, atualmente, dedica-se à redação do FDR produzindo conteúdo sobre economia.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA