Santander cria programa de capacitação em T.I para contratar 60 PCDs

Além de contratar profissionais PCDs, o banco Santander, vai capacitá-los para atuarem na área de Tecnologia da Informação, nos escritórios de São Paulo. Serão contratados 60 novos funcionários, todos sem experiência. As inscrições vão até 30 de abril.

Santander cria programa de capacitação em T.I para contratar 60 PCDs
Santander cria programa de capacitação em T.I para contratar 60 PCDs (Imagem: Reprodução Clientar CRM)

Oportunidade de emprego e curso

O banco Santander vai contratar e capacitar 60 novos funcionários na categoria de PCDs. O curso de capacitação será da área de Tecnologia da Informação, onde, os profissionais atuarão nas agências de São Paulo do banco.

Conforme explicou  Bruno Seixas Scaldaferri, head de diversidade, inclusão e engajamento do Santander, durante o webinar da divulgação:

“O grande objetivo é fortalecer o desenvolvimento dos profissionais, com foco em suas habilidades e não em suas limitações, porque limitações todos nós temos. Oportunidades sem limites: buscando excelência no mercado de TI.

A rede Santander, além de adotar, as pessoas com algum tipo de deficiência (PcD), eles também estão focados na gerações e formações de: diferentes formações e idades; equidade de gênero, equidade racial, e LGBTQIA+.

Os interessados não precisam ter experiência na área, basta apenas realizar a inscrição até o dia 30 de abril no site da empresa.

Capacitação em T.I

Os profissionais serão capacitados em programação e desenvolvimento para back-end e front-end. Eles receberão todo o preparado da teoria e, a prática, será realizada no dia a dia da empresa dentro do seu papel e função de funcionário.

Como ressaltou Bruno Scaldaferri, superintendente de Diversidade e Inclusão do Santander Brasil, “Nós enxergamos as competências dessas pessoas além de suas deficiências.”

Após concluir o curso de formação, os candidatos serão profissionais capacitados em Back-end e Front-end. Isto é, ele saberá usar todas às linguagens de programação.

As principais habilidades ensinados do curso serão:

  • Programar, codificar e testar os projetos criados;
  • Cuidar da manutenção dos sistemas;
  • Administrar os negócios, segurança, banco de dados e integração de webservices;
  • Decifrar as linguagens: PHP, ASP, Java, C, Python, Ruby, Node.js;
  • Como trabalhar com HTML, CSS e JavaScript;
  • Como implementar o layout estático;
  • Desenhar e desenvolver páginas, como: cabeçalho, rodapé, colunas e imagens;
  • Fazer o design da identidade visual do site;
  • Como aplicar o fluxo de navegação entre páginas.

Mariana CastroMariana Castro
Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes - SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a sessão de carreiras do FDR.