Calendário do auxílio emergencial foi alterado antecipando dias de saque

Nesta quinta-feira, 15, o Governo Federal fez um comunicado sobre a decisão de antecipar o calendário de pagamentos da primeira parcela do auxílio emergencial. O anúncio foi feito pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, durante uma transmissão semanal. 

Calendário do auxílio emergencial foi alterado antecipando dias de saque
Calendário do auxílio emergencial foi alterado antecipando dias de saque. (Imagem: FDR)

A medida, na verdade, se refere à antecipação do calendário de saques, tendo em vista as várias reclamações referentes ao acesso no aplicativo da poupança social digital, Caixa Tem. A princípio, os saques da primeira parcela estariam disponíveis somente do dia 4 de maio em diante. 

Agora, os aniversariantes do mês de janeiro, os primeiros contemplados pelo auxílio emergencial no dia 6 de abril, podem realizar o saque em espécie ou transferências para outras agências bancárias no dia 30 de abril [sexta-feira].

Desta forma, todos os beneficiários conseguirão antecipar a aquisição do dinheiro até o dia 17 de maio. Tendo em vista que pelo calendário inicial, esta movimentação seria concluída apenas no dia 4 de junho. 

Além do mais, os beneficiários nascidos nos meses de novembro e dezembro também serão contemplados pelas novas alterações. O pagamento da primeira parcela para estas pessoas será efetuado nos dias 28 e 29 de abril, respectivamente. 

Com exceção a essas alterações no último momento, no geral o formato de pagamento do auxílio emergencial segue o padrão implementado no ano de 2020. Ou seja, receberão primeiro os beneficiários aprovados pelo site ou aplicativo do Auxílio Emergencial, bem como aqueles inscritos no Cadastro Único (CadÚnico). 

Os depósitos serão feitos no Caixa Tem, permitindo a movimentação inicial através do pagamento de boletos, e compras pelo cartão de débito virtual ou leitura do QR Code emitido pela máquina de cartão magnético.

Em seguida, será beneficiado o grupo inscrito no Bolsa Família, sendo que estes receberão nos últimos dez dias úteis de cada mês, com base no dígito final do Número de Identificação Social (NIS). 

Neste ano, o auxílio emergencial terá valores variáveis entre R$ 150, R$ 250 e R$ 375, que serão pagos da seguinte maneira:

  • R$ 150 para os beneficiários que declararam morar sozinhos; 
  • R$ 250 para os beneficiários responsáveis pelo grupo familiar; 
  • R$ 375 para as mães solteiras chefes de família monoparental.

Além do mais, somente um membro do grupo familiar poderá receber o benefício. A prioridade será das mulheres, em seguida do beneficiário mais velho, sendo que o desempate final será baseado na ordem alfabética do nome.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Laura Alvarenga
Laura Alvarenga é graduada em Jornalismo pelo Centro Universitário do Triângulo em Uberlândia - MG. Iniciou a carreira na área de assessoria de comunicação, passou alguns anos trabalhando em pequenos jornais impressos locais e agora se empenha na carreira do jornalismo online através do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA