Hospital de Campinas cria curso GRÁTIS para técnico de enfermagem

A escola técnica de Enfermagem do Hospital de Campinas abriu as inscrições para o seu processo seletivo 2021 do curso gratuito de Técnico em Enfermagem. São 40 vagas abertas para candidatos maiores de 18 anos com ensino médio completo.

Hospital de Campinas cria curso GRÁTIS para técnico de enfermagem
Hospital de Campinas cria curso GRÁTIS para técnico de enfermagem (Imagem: Reprodução Guia da Carreira)

Curso técnico de enfermagem

O Centro Médico de Campinas realiza anualmente um processo seletivo em que ele oferece curso Técnico em Enfermagem gratuitamente. Neste ano, de 2021, foram abertas 40 vagas.

O curso tem duração de dois anos, no entanto, excepcionalmente neste ano em virtude da pandemia o curso pode se estender passando dos dois anos previsto. Ele será de forma presencial de segunda à sexta-feira, das 7h às 12h20.

Inscrição

Para se inscrever no curso é necessário ter 18 anos completos e ensino médio completo, apresentando o histórico escolar no ato da inscrição

As inscrições devem ser feitas presencialmente na escola entre os dias 3 a 14 de maio de 2021, das 7h30 às 11h e das 13h às 14h30.

A escola Técnica de Enfermagem fica localizada na Avenida Doutor Manuel Afonso Ferreira, 205, Parque Nova Campinas, em Campinas, SP.

Seleção

Nos últimos anos os candidatos são selecionados por meio de uma prova escrita, porém, neste ano será diferente. A escolha dos alunos ficará por conta da análise escolar e uma entrevista individual, evitando aglomerações.

Foi formada uma comissão, pelo diretor da escola, exclusivamente para selecionar os candidatos. Eles levarão em conta as melhores notas obtidas pelos alunos, durante o período do ensino médio, nas disciplinas de Língua Portuguesa, Matemática e Biologia.

Os aprovados devem fazer a matrícula nos dias 5 a 8 de julho de 2021, das 8h às 11h30 e das 13h30 às 14h30, na Secretaria da Escola Técnica de Enfermagem.

Técnico em Enfermagem

O profissional com curso técnico em Enfermagem completo, é habilitado a prestar assistências de diversos tipos ao paciente. Por exemplo: fazer curativos, dar banho, aplicar injeção, fazer coleta de sangue, dar medicamente, cuidar da alimentação via oral ou por sonda, entre outros.

O trabalho pode ser feito em hospitais, clínicas, UBS, ambulatórios cirúrgicos de pequeno, médio e grande porte. O trabalho será sempre supervisionado por um enfermeiro do determinado setor.

Com base na Lei de Estágio 11.788/2008, o estudante deve cumprir 600 horas de estágio obrigatório supervisionado, sendo 100% prático.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Mariana Castro
Mariana Castro é formada em Pedagogia pela Universidade Brás Cubas em Mogi das Cruzes - SP. Atualmente trabalha como professora na rede privada de ensino e dedica-se a sessão de carreiras do FDR, produzindo pautas sobre educação e emprego.