Vacina da Covid-19 começou para profissionais de segurança em DUAS capitais

Governos passam a conceder a vacinação para os profissionais se segurança. Ao longo das últimas semanas, as prefeituras municipais estão anunciando a inclusão de novos brasileiros em seus cronogramas de imunização da covid-19. Em duas capitais específicas, além dos idosos e agentes de saúde, policiais também entraram para o grupo prioritário para a vacina.

Vacina da Covid-19 começou para profissionais de segurança em DUAS capitais (Imagem: Reprodução/Google)
Vacina da Covid-19 começou para profissionais de segurança em DUAS capitais (Imagem: Reprodução/Google)

A campanha de vacinação contra a covid-19 tem sido o principal assunto em todos os estados brasileiros. Governos estaduais e suas prefeituras estão trabalhando para antecipar ao máximo o cronograma, permitindo com que um maior número de cidadãos fique imunes. Em Teresina e São Paulo, chegou a vez dos profissionais de segurança.

Campanha de vacinação de Teresina

A partir desta segunda-feira (05), a Fundação Municipal de Saúde estará aplicando a segunda dose dos idosos entre 70 e 79 anos. Será ainda a primeira vez daqueles entre 65 e 69 anos e dos profissionais de segurança, novo grupo incluso no calendário.

De acordo com as informações concedidas pela gestão municipal, os profissionais da Força de Segurança e Salvamento e profissionais das Forças Armadas passam a ter acesso a primeira dose. A previsão é de que todo o grupo fique imune ainda em abril.

“Informamos que aguardamos o repasse de novas doses de vacina, para dar continuidade a vacinação dos idosos de 60 a 67 anos, estimados em 46.200”, garantiu a Fundação.

Campanha de vacinação de São Paulo

Já em São Paulo a aplicação do medicamento também foi iniciada nesta segunda-feira (05) para quem atua na segurança pública. A previsão é de que cerca de 180 mil profissionais da área fiquem imunes ao longo das próximas semanas.

Entre os priorizados estão os policiais federais que atuam em São Paulo, policiais militares, civis, bombeiros, da Polícia Científica, agentes de segurança e de escolta penitenciária, e guardas civis metropolitanos municipais.

A prefeitura explicou ainda que a vacina será dada diretamente dos próprios batalhões e quarteis, evitando riscos de aglomeração nos postos. Paralelamente, os agentes seguirão ainda imunizando os 350 mil profissionais da educação com 47 anos ou mais e os idosos acima dos 68 anos.

De acordo o último levantamento feito pela Secretaria Estadual de Saúde, mais de 6,4 milhões de doses de vacinas contra a Covid-19 foram aplicadas em todo o estado. Desse total, 4,7 milhões são de primeira dose e 1,6 milhão de segunda dose.

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.