Cartões de auxílio alimentação são entregues para empreendedores em Macapá

População de Macapá passa a receber auxílio alimentação. Nessa semana, a prefeitura municipal informou que está fazendo a entregar dos cartões que funcionam como uma ajuda financeira para a aquisição de alimentos. O benefício foi motivado diante a atual realidade de pandemia do novo coronavírus e vem sendo ofertado para grupos específicos.

publicidade
Cartões de auxílio alimentação são entregues para empreendedores em Macapá (Imagem: Google)
Cartões de auxílio alimentação são entregues para empreendedores em Macapá (Imagem: Google)

Ao longo dos próximos dias, a prefeitura da Macapá estará fazendo a entrega dos cartões do auxílio alimentação. O valor ofertado por cada segurado é de R$ 300, dividido em duas parcelas de R$ 150.

O procedimento de envio do dispositivo vem sendo feito pela Secretaria Municipal do Trabalho, sem calendário pré-estabelecido.

publicidade

Para poder receber, basta ir até a unidade do Casa da Bolsa. A gestão recomenda ainda que o titular faça o agendamento de seu horário, através dos números 99188-2701 ou 99105-9444, para evitar as aglomerações e riscos da covid-19. O horário de atendimento vem sendo feito das 08h até às 14h, de segunda a sexta-feira.

O endereço da Casa da Bolsa é na Rua Leopoldo Machado, nº 2834, esquina com a Avenida Desidério Antônio Coelho.

Quem são os contemplados no auxílio alimentação?

A prefeitura reforça que nesse momento o pagamento está sendo feito para quem já recebeu o benefício no final de 2020. O grupo central de contemplados são empreendedores e trabalhadores autônomos que tiveram o trabalho prejudicado por causa da pandemia.

Através do cartão magnésio, eles passam a ter recursos para comprar alimentos ao longo dos próximos dias. A gestão explicou ainda que os valores devem ser utilizados exclusivamente para a aquisição de produtos como feijão, carnes, etc… que garantam a nutrição desses sujeitos e suas famílias.

Sobre o cartão do auxílio alimentação

A medida foi implementada como uma política pública ao longo de 2020, diante da chegada do novo coronavírus. Ao todo, a gestão municipal investiu cerca de R$ 19 milhões e a autoria do projeto foi do senador Randolfe Rodrigues (Rede), e deputados federais Acácio Favacho (Pros) e Luiz Carlos (PSDB).

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

A previsão é de que novas parcelas passem a ser concedidas até o fim do ano, diante da falta de perspectiva com relação ao fim da pandemia.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!