São Paulo pode entrar na fase roxa! Serviços essenciais deixam de funcionar 24h

A pandemia do coronavírus vem se agravando no Estado de São Paulo e o governo estuda implantar medidas ainda mais restritivas para a circulação de pessoas. Segundo informações, São Paulo pode entrar na fase roxa ainda nesta semana.

São Paulo pode entrar na fase roxa! Serviços essenciais deixam de funcionar 24h
São Paulo pode entrar na fase roxa! Serviços essenciais deixam de funcionar 24h (Imagem: Governo do Estado de São Paulo)

A fase roxa é ainda mais restritiva que a fase vermelha. Nela, o governo passaria a definir um horário de funcionamento para os serviços essenciais, ou seja, os supermercados, padarias e postos de gasolina, por exemplo, não poderiam mais funcionar 24 horas por dia. 

A medida também determina a suspensão do futebol a partir do próximo sábado (13), algo que já era da vontade do Ministério Público de São Paulo.

O governo do Estado também planeja a criação de hospitais de campanha em escolas. A primeira será em uma unidade da favela de Heliópolis. 11 pessoas morreram em Taboão da Serra nesta semana por falta de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva). A situação do sistema de saúde do Estado é crítica.

De acordo com a CBN, 120 pacientes buscam por UTI por dia em São Paulo. Cerca de 32 municípios estão com hospitais 100% ocupados. A média no Estado é de 81%.

Fase Vermelha

Todo o Estado de São Paulo está na fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo. A medida que foi anunciada pelo governador do Estado, João Doria, deve vigorar até o dia 19 de março.

“Estamos em São Paulo e no Brasil à beira de um colapso. Exige medidas coletivas e urgentes (…) Por este motivo nós estamos atendendo a recomendação do centro de contingência e reclassificando todo o estado de SP para a fase vermelha a partir das 0h de sábado”, afirmou Doria.

Na fase vermelha, somente os serviços considerados essenciais podem funcionar. Entre eles estão os setores da saúde, transporte, estabelecimentos como padarias, mercados e farmácias, além de escolas e igrejas, que entraram na lista de serviços essenciais através  de decretos estaduais. Já os shoppings, academias, e comércios não podem operar.

Na fase vermelha podem funcionar

  • Farmácias
  • Mercados
  • Padarias
  • Açougues
  • Postos de combustíveis
  • Lavanderias
  • Meios de transporte coletivo, como ônibus, trens e metrô
  • Transportadoras, oficinas de veículos
  • Atividades religiosas
  • Escolas
  • Hotéis, pousadas e outros serviços de hotelaria
  • Bancos
  • Pet shops
  • Serviços de delivery ou entregas
  • Indústria
  • Construção civil

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.