Valor do novo auxílio emergencial deve chegar no máximo a R$367, diz especialista

Aprovação da PEC Emergencial pelo Senado traz dúvidas quanto ao valor das parcelas do auxílio emergencial em 2021. Nessa quinta-feira (04), os parlamentares se reuniram para votar no projeto orçamentário que garantirá o funcionamento do coronavucher. Com a aceitação significativa de 64 votos favoráveis, o texto garantiu um valor de R$ 44 bilhões para o projeto.

Valor do novo auxílio emergencial deve chegar no máximo a R$367, diz especialista (Imagem: Google/FDR)
Valor do novo auxílio emergencial deve chegar no máximo a R$367, diz especialista (Imagem: Google/FDR)

Definir o orçamento do auxílio emergencial tem sido a principal atividade do governo federal. O programa foi colocado como a única alternativa para minimizar os impactos de pobreza e desigualdade social no Brasil tendo em vista a permanência do novo coronavírus.

Com a PEC aceita no Senado, a corrida agora será para determinar o valor das mensalidades e número total de contemplados.

Projeções para o auxílio emergencial em 2021

Inicialmente o ministro da economia, Paulo Guedes, informou que o valor da mensalidade seria de R$ 300 por cidadão. No entanto, diante do orçamento de R$ 44 bilhões, o programa já passou por uma série de sugestões.

As últimas informações concedidas garantia uma parcela mínima de R$ 150 para quem mora sozinho, outra de R$ 250 para parte significativa que comprove baixa renda e a última seria de aproximadamente R$ 375 para mães de família solteiras.

No entanto, uma vez em que o benefício será um trunfo eleitoral para a reeleição do presidente Jair Bolsonaro em 2022, analistas não descartam a possibilidade de novos reajustes.

Tales Faria, Chefe da Sucursal de Brasília, acredita que a possibilidade de um aumento para todas as categorias. O valor mínimo deve ser de R$ 162, e o máximo de R$ 300, sendo contempladas apenas 30 milhões de pessoas das 65 milhões cadastradas em 2020.

Caso o governo mantenha as mensalidades de R$ 300, o benefício terá cerca de 37 milhões de pessoas inclusas. Porém, ficando em R$ 250 o número total será de 44 milhões. Tudo irá depender do cálculo eleitoral feito por Bolsonaro e sua equipe para estreitar laços políticos com a população de baixa renda.

A definição exata do benefício deverá ser tomada ao longo da próxima semana, com a validação da PEC no Congresso e na Câmara.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA