Aplicativo do Imposto de Renda: Passo a passo para baixar e fazer declaração

Na quarta-feira (24), a Receita Federal apresentou as regras para a declaração do imposto de renda de pessoa física (IRPF) de 2021. A entrega das declarações começa dia 1º de março e vai até o dia 30 de abril.

App Meu Imposto de Renda: Passo a passo para baixar e fazer declaração
Aplicativo do Imposto de Renda: Passo a passo para baixar e fazer declaração (Imagem: Google)

No ano passado, o prazo havia sido estendido até o mês de junho por conta da pandemia causada pelo novo coronavírus.

Os contribuintes podem se antecipar e separar os documentos necessários para que assim tenha tudo em ordem no momento de fazer o preenchimento.

Além disso, os contribuintes que entregarem a documentação nos primeiros dias possuem mais chances de entrar nos primeiros lotes de restituição do Imposto de Renda.

Aqueles que vão declarar, precisam baixar o aplicativo de celular ou o programa para computador para enviar a sua declaração do IR.

Como baixar o app do Meu Imposto de Renda para celular?

O programa está disponível para os sistemas Android e iOS.

  • Basta entrar na loja de aplicativo e buscar por “Meu Imposto de Renda”;
  • Após isso, só clicar em baixar;
  • Logo após já pode começar a preencher a sua declaração.

Quem não pode usar essa opção?

Essa opção não pode se usada pelo contribuintes que tenham recebido rendimento:

  1. tributável ou não, superior a R$ 5 milhões em 2020;
  2. do exterior;
  3. relativo a recuperação da parcela isenta da atividade rural;
  4. correspondente a luro em venda de imóvel residencial para aquisição de outro imóvel.

O preenchimento é feito da mesma forma que pelo aplicativo usado no computador.

Como preencher a declaração?

O primeiro passo é ter os documentos necessários em mãos como informe de rendimentos, CPF dos beneficiários e contribuinte;

  • Busque por declaração de ajuste anual;
  • Informe os dados do contribuinte e dos dependentes e confira se os dados estão corretos;
  • Vá para aba de rendimentos e informe os rendimentos fornecidos pelos empregadores e bancos;
  • Na ficha de rendimentos tributáveis recebidos de PJ pelo Titular deve informar as fontes pagadoras e todos os valores recebidos em 2020;
  • Na ficha de rendimentos sujeitos à tributação exclusiva devem ser declarados as aplicações financeiras e participação nos lucros e resultados;
  • Na aba bens e direitos devem ser declarado as informações bancárias de conta corrente e poupança;
  • Em pagamentos efetuados devem ser colocados os pagamentos com saúde e educação;
  • Verifique se nenhum campo precisa ser preenchido ainda;
  • Escolha se o modelo de tributação será completo ou simplificado;
  • Informe a sua conta para receber a restituição caso tenha direito;
  • Por fim clique em entregar a declaração no canto inferior esquerdo da tela que a declaração será salva.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.