Dicas para ECONOMIZAR no uso da gasolina e gastar menos dinheiro

O ano de 2021 começou com uma série de reajustes nos preços da gasolina. Na sexta-feira (19), começou a valer o quarto aumento no valor nas refinarias, em que a média na primeira quinzena de fevereiro passou a ser de R$5 ao consumidor final, segundo o ValeCard, que é a empresa de gestão de frotas.

Dicas para ECONOMIZAR no uso da gasolina e gastar menos dinheiro
Dicas para ECONOMIZAR no uso da gasolina e gastar menos dinheiro (Foto: Google)

Nas bombas, o custo do litro do diesel subiu pela terceira vez neste ano e o etanol também está mais caro, por conta da entressafra da cana-de-açúcar.

Com os preços altos os consumidores estão buscando formas de economizar  consumo de combustível. Veja dicas para economizar no consumo.

Calibrar pneus

Os motoristas devem calibrar os pneus semanalmente para que assim economize o uso da gasolina.

Segundo o estudo realizado pela Continental em cem postos de abastecimento das cidades de São Paulo e Jundiaí, 34% dos motoristas consultados estavam rodando com pneus descalibrados, de um total de 3,5 mil veículos vistoriados.

De acordo com a  empresa, a cada 3 psi abaixo da especificação indicada, o consumo aumenta em 2%.

A fabricante de pneus disse que ao rodar cerca de 30 mil KM em um ano, com a pressão abaixo do que é recomendada, são perdidos cerca de 55 litros de combustível.

A calibragem deve ser feita da forma correta, se o motorista está habituado a calibrar o pneu quente, isso aumenta o consumo, pois, o ar aquecido se expande, a pressão aplicada fica abaixo daquela indicada.

Dirigir na “banguela”

Esse é um hábito que os motoristas acreditam ser benéfico para reduzir o consumo é andar na banguela, em que o carro é colocado no ponto-morto na descida da serra.

Isso além de não fazer o carro beber menos ainda compromete a segurança e pode causar danos ao conjunto de transmissão.

Abastecer sem critério

Alguns motoristas querem economizar e acabam abastecendo em postos que tem preços mais baixos, mas isso não é sinônimo de bom combustível, principalmente se os preços praticados são muito abaixo dos oferecidos no mercado.

De acordo com Erwin Franieck, mentor de de tecnologia e inovação em engenharia avançada da SAE Brasil,é preferível optar sempre por postos conhecidos e sempre pedir a nota fiscal para comprovar a compra.

Afinal de contas, gasolina “batizada” com solvente e etanol adulterado com adição de água são capazes de afetar seriamente a saúde do motor e dos seus agregados.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.