BPC será antecipado e FGTS emergencial liberado para parte da população do Brasil

Pontos-chave
  • Governo anuncia liberação de recursos para o Acre;
  • População poderá sacar até R$ 6 mil pelo FGTS;
  • Segurados do BPC aguardam antecipação do calendário.

Diante da situação de calamidade pública em algumas regiões do país, governo federal anuncia antecipação de benefícios como o BPC e liberações pelo FGTS. Com as fortes chuvas que afetaram o estado do Acre, foi decidido que a população deverá receber injeções financeiras para recuperar o prejuízo ocasionado pelas enchentes.

BPC será antecipado e FGTS emergencial liberado para parte da população do Brasil (Imagem: Google)

As últimas semanas foram de tensão e medo para os moradores do Acre. Diversos municípios foram afetados por enchentes que resultaram na perda de parte significativa dos imóveis comerciais e residenciais.

Como medida emergencial, o governo federal informou que irá antecipar os valores do BPC e liberar saques pelo FGTS.

As regiões mais afetadas foram os municípios de Rio Branco, Cruzeiro do Sul, Feijó, Jordão, Mâncio Lima, Porto Walter, Rodrigues Alves, Santa Rosa do Purus, Sena Madureira e Tarauacá. Ao todo, o estado teve mais de 120 imóveis destruídos pelas fortes águas.

Antecipação pelo FGTS

Diante da situação, o presidente da Caixa Econômica Federal (CEF), Pedro Guimarães, informou que estará aprovando a retirada de saques pelo Fundo de Garantia do Tempo de Serviço.

De acordo com o informe, cada cidadão terá direito de utilizar até R$ 6.220 do FGTS de uma única vez.

Para poder ter acesso aos recursos, será preciso comparecer até as unidades de agência da Caixa e comprovar a perda e os prejuízos gerados pelas enchentes.

O Banco reforça que esse procedimento deverá contar com protocolos de atendimento, ainda não anunciados, de modo que evite aglomerações e demais complicações com relação a pandemia do novo coronavírus.

A previsão é de que o morador consiga fazer o saque total de uma única vez e assim passe a se reestabelecer.

É válido ressaltar que uma vez tirada, a quantia não será novamente coberta pela Caixa ou pelo governo federal.

Antecipações pelo BPC

Outra forma de garantir a circulação financeira foi a antecipação do BPC. De acordo com o novo ministro da cidadania, João Roma, o benefício deverá ser liberado para cerca de 23 mil pessoas vinculadas ao INSS que residem em uma dessas regiões.

Ao todo, serão liberados aproximadamente R$ 450 milhões para custear as ações de contenção de crise no estado. Os segurados do BPC deverão receber as mensalidades de R$ 1.100 ao longo das próximas semanas.

Ainda não se sabe se o governo irá criar um calendário de pagamento específico para essa região ou se repassará os valores juntamente com o cronograma tradicional previsto pelo INSS.

Combate à COVID-19

Além das fortes enchentes, o governo deve se concentrar ainda em controlar o número de contaminados pela COVID-19.

Segundo o ministro da saúde, Eduardo Pazuello, o estado deverá receber um suporte maior de medicamentos e demais produtos necessários para a manutenção dos hospitais.

No que diz respeito a campanha de vacinação, ele explicou que sua equipe estará enviando mais de 22 mil doses da vacina de Oxford/AstraZeneca ao estado.

É válido ressaltar que esse lote já estava previsto no Plano Nacional de Imunização, o que significa que não são doses extras.

Quanto a necessidade de parar a vacinação por causa das chuvas, o gestor explicou que até o momento deverá manter o calendário normalmente, incluindo a aplicação da segunda dose.

A segunda dose dessa vacina é em três meses, temos condição de receber para cumprir a segunda etapa”, reforçou.

Pazuello explicou ainda que nesse momento também deve se preocupar com a probabilidade de um surto de dengue, vista como uma das consequências de saúde motivadas pelas enchentes.

A equipe sanitária do estado estará trabalhando no processo de fiscalização de águas paradas e garantir evitar a exposição da população as zonas de risco.

BPC será antecipado e FGTS emergencial liberado para parte da população do Brasil (Imagem: Google)

Cidades em alerta amarelo de perigo devido às chuvas

  • Cruzeiro do Sul
  • Tarauacá
  • Sena Madureira
  • Rio Branco
  • Brasileia

Cuidados para enfrentar a tempestade

  • Evite enfrentar o mau tempo;
  • Observe alteração nas encostas;
  • Se possível, desligue aparelhos elétricos e quadro geral de energia;
  • Em caso de situação de inundação, ou similar, proteja seus pertences da água envoltos em sacos plásticos.
  • O telefone da Defesa Civil é 199 e do Corpo de Bombeiros é de 193.

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.