Quais as novidades anunciadas para o Casa Verde e Amarela?

O programa Casa Verde e Amarela, que substitui o Minha Casa Minha Vida, foi sancionado com mudanças além do nome. Entre elas, prioridade às regiões Norte e Nordeste, juros mais baixos, novas divisões por rendas, entre outros.

Quais as novidades anunciadas para o Casa Verde e Amarela?
Quais as novidades anunciadas para o Casa Verde e Amarela? (Imagem: FDR)

Ao contrário do Minha Casa Minha Vida, criado no governo Lula, o Casa Verde e Amarela, atualizado pelo governo Bolsonaro, considera três grupos para divisão de renda.

O objetivo da mudança é aumentar o limite da renda mais baixa e limitar o da renda mais alta, ficando da seguinte forma:

Casa Verde e Amarela Regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste

Regiões Norte e Nordeste

Faixa Faixa de renda Não cotista Cotista Não cotista Cotista
Grupo 1 Até R$ 2.000 5,00% ao ano 4,50% ao ano 4,75% ao ano 4,25% ao ano
5,25% ao ano 4,75% ao ano 5,00% ao ano 4,50% ao ano
Grupo 2 Entre R$ 2.000 a R$ 4.000 5,50% ao ano 5,00% ao ano 5,25% ao ano 4,75% ao ano
6,00% ao ano 5,50% ao ano 6,00% ao ano 5,50% ao ano
7,00% ao ano 6,50% ao ano 7,00% ao ano 6,50% ao ano
Grupo 3 R$ 4.000 a R$ 7.000 8,16% ao ano 7,66% ao ano 8,16% ao ano 7,66% ao ano

Anteriormente, no programa Minha Casa Minha Vida, a distribuição ficava da seguinte forma:

Faixa

Faixa de renda

Não cotista

Cotista

Faixa 1,5 Até R$ 2.000 5,00% ao ano 4,50% ao ano
Faixa 2 Até R$ 2.000 5,50% ao ano 5,00% ao ano
Entre R$ 2.000 a R$ 2.600 5,50% ao ano 5,00% ao ano
Entre R$ 2.600 a R$ 3.000 6,00% ao ano 5,50% ao ano
Entre R$ 3.000 a R$ 4.000 7,00% ao ano 6,50% ao ano
Faixa 3 R$ 4.000 a R$ 7.000 8,16% ao ano 7,66% ao ano

Em ambos, as porcentagens são referentes às taxas de juros, que caíram com a atualização do governo Bolsonaro, além de dar preferência às regiões Norte e Nordeste, como mencionado.

Outra mudança é referente às reformas da casa ou mesmo ampliação do local. Essa opção existirá para beneficiários do programa que:

  • Tenham uma renda mensal de até R$ 2 mil;
  • Estejam inscritos no Cadastro Único do Governo Federal;
  • Não poderão dispor de outros imóveis no território nacional;
  • O proprietário precisa ser maior de idade ou ser emancipado.

A expectativa do programa é realizar melhorias nas residências de até 400 mil famílias até 2024.

Isabela VeríssimoIsabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.