Concurso PM do Rio Grande do Norte promete edital com 211 VAGAS

Um novo edital de concurso público para a Polícia Militar do Rio Grande do Norte foi anunciado pela governadora Fátima Bezerra. Em vídeo divulgado nas redes sociais, ela disse que serão 211 vagas, sendo 132 para oficiais combatentes e 79 para o quadro médico da corporação.

Concurso PM do Rio Grande do Norte promete edital com 211 VAGAS
Concurso PM do Rio Grande do Norte promete edital com 211 VAGAS. (Imagem: Divulgação Qconcursos)

De acordo com Fátima, o edital será publicado até junho de 2021. Este é o primeiro com vagas para a área da saúde no estado e oferece remuneração de R$ 9.822,51 para oficiais e R$3.571,82 para soldados, podendo chegar a R$8.929,56, na função de subtenente.

Detalhes do concurso PM RN 2021

O novo edital deveria ter sido publicado em 2020, mas houve atraso na elaboração do projeto básico e na escolha da banca. O último concurso para a PM do Rio Grande do Norte foi divulgado em 2018 com 1 mil vagas. O certame contou com 12 mil candidatos para a prova objetiva.

Os candidatos foram avaliados por meio de seis etapas: prova objetiva, prova discursiva, teste de aptidão física; avaliação de saúde; investigação social e avaliação de títulos. Em 2019, o plano de carreira de policiais e bombeiros militares foi reestruturado, com reajuste salarial e regime de promoções.

A corporação informou que a comissão organizadora do processo seletivo está trabalhando para a definição da banca e andamento do concurso. Para entrar na PM é necessário cumprir requisitos como: altura mínima, idade mínima de 21 anos e máxima de 30, carteira de habilitação na categoria B e outros.

As vagas para oficiais combatentes exigem bacharelado em Direito. Já as outras pedem formação superior em Medicina, Odontologia, Farmácia, Enfermagem, Serviço Social, Fisioterapia, Fonoaudiologia, Nutrição, Psicologia, Veterinária ou Biomedicina. O diploma deve ser reconhecido pelo Ministério da Educação.

O Governo Federal também já confirmou novo concurso para a Polícia Federal, com o prazo de até seis meses para a publicação do edital de abertura de inscrições. A autorização visa o preenchimento de 1,5 mil vagas e foi publicada no Diário Oficial da União em dezembro de 2020.

As vagas são para os cargos de delegado (123), escrivão (400), papiloscopista (84) e agente de polícia federal (893) e as provas podem ser aplicadas em março.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Mônica Chagas
Mônica Chagas Ferreira é mestranda em Letras pela Universidade Estadual de Maringá (UEM) e formada em Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (UEL). Como pesquisadora, estuda Análise do Discurso na perspectiva foucaultiana, contemplando relações de saber, poder e política presentes na mídia. Enquanto jornalista, já atuou em rádios e veículos impressos. Atualmente trabalha como assessora de comunicação e redatora do FDR.