Kit de Alimentação Escolar será entregue a partir do dia 18 no Mato Grosso

Com a continuação das aulas remotas, o estado do Mato Grosso irá entregar mais um kit de Alimentação Escolar para os responsáveis dos estudantes da rede pública de ensino. A Seduc do estado informou que a entregar dos kits será a partir do dia 18, porém só receberão os estudantes com a matrícula confirmada.

Kit de Alimentação Escolar serão entregues a partir do dia 18 no Mato Grosso
Kit de Alimentação Escolar serão entregues a partir do dia 18 no Mato Grosso (Imagem: Reprodução/Google)

A partir do dia 18 de fevereiro a Seduc MT dará início a entrega do kit de Alimentação Escolar para os estudantes matriculados nas escolas da rede estadual.

O ano letivo no estado do Mato Grosso está sendo contínuo (2020/2021), porém a rematrícula é obrigatória e, portanto, a entrega do kit só será recebida para quem tiver a matrícula confirmada.

Diante disso, os pais ou responsáveis dos estudantes devem entrar em contato com a escola ou ir até a unidade para confirmar se a renovação da matrícula foi realizada. Caso não tenha sido feita, será necessário aguardar a renovação, para assim, ter direito ao recebimento do kit de Alimentação Escolar.

Segundo o secretário da Seduc, Alan Porto, a merenda escolar é fundamental para o aprendizado dos estudantes, sendo, muitas vezes, a única refeição balanceada das crianças e jovens durante o dia.

Por esse motivo, a entrega do kit de Alimentação Escolar para as famílias que possuem crianças e jovens matriculados na rede estadual de ensino é uma prioridade para a Secretaria de Educação do Mato Grosso.

O Superintendente de Serviços da Seduc, Artur Barros, esclarece a maior dúvida dos mato-grossenses, se há um limite de kits recebido. Barros informa que cada estudante matriculado terá direito a um kit, dessa maneira, independente da quantidade de estudantes matriculados, a família receberá o quantitativo.

Diante disso, Barros reafirma a importância dos responsáveis conferirem se a matrícula escolar ou renovação foi realizada. Com o calendário contínuo, os estudantes foram aprovados de forma automática para o ano seguinte e, por esse motivo, muitos pais pensam que não é necessário realizar a rematrícula.

Porém, mesmo com o ano letivo contínuo, a rematrícula é obrigatória e, portanto, os responsáveis precisam procurar a unidade escolar na qual os estudantes estão matriculados para solicitar a rematrícula.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.