Carnê-leão ganha novidades para Imposto de Renda 2021

A Receita Federal alterou a forma que o contribuinte preenche o carnê-leão. Este documento funciona para o recolhimento mensal obrigatório de impostos para quem recebe rendas de aluguel, trabalho autônomo, pensão alimentícia, entre outros.

Carnê leão ganha novidades para Imposto de Renda 2021
Carnê-leão ganha novidades para Imposto de Renda 2021 (Imagem: Divulgação)

Em 2021, o preenchimento do carnê-leão será realizado pela internet, no site da Receita Federal. Esta alteração já é válida para as rendas obtidas em janeiro, cujo recolhimento do tributo deve ser feito até o fim de fevereiro.

Até o final do ano passado, os contribuintes eram obrigados a baixar um programa específico do carnê-leão em seu computador para preencher o documento e calcular quando deveria pagar de imposto.

O novo sistema do carnê-leão exige um código de acesso e senha para acessar o Portal e-CAC (Centro de Atendimento Virtual) da Receita Federal.

Ao acessar sistema, clique em “Meu Imposto de Renda”. Na sequência, localize o menu “Declaração”. Dentro deste menu, vá em “Acessar carnê-leão”.

Caso você ainda não possua seu código de acesso para o portal e-CAC, clique aqui a aprenda a gerar o seu.

É importante destacar que as regras que obrigam o recolhimento do carnê-leão permanecem as mesmas.

Clicando aqui, é possível consultar em quais situações o contribuinte precisa efetuar o pagamento mensal do imposto. As situações mais comuns são as de recebimento de aluguéis, pensão alimentícia e renda de trabalho autônomo.

De acordo com a Receita, os valores do carnê-leão de 2021 ficarão arquivados no site e serão transferidos para a declaração de Imposto de Renda de 2022 no momento do preenchimento do documento.

Na declaração do Imposto de Renda deste ano, que tem prazo de entrega para até o fim de abril, o contribuinte ainda precisa fazer a transferência dos dados do modo tradicional.

Isto é, ele terá que salvar os dados do programa do carnê-leão 2020 em um arquivo no computador para depois transferir as informações para o programa de preenchimento do IR 2021.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.