NIS final 2 pode receber salário do calendário do Bolsa Família 2021; confira datas

Novo grupo do Bolsa Família começa a ser contemplado. Nesta terça-feira (19), a Caixa Econômica Federal dará início aos pagamentos para os segurados com o número do NIS encerrado em 2. Os valores variam de acordo com as gratificações registradas no cadastro e o recebimento deve ser feito pela modalidade tradicional.

NIS final 2 pode receber salário do calendário do Bolsa Família 2021; confira datas (Imagem: Reprodução/Google)
NIS final 2 pode receber salário do calendário do Bolsa Família 2021; confira datas (Imagem: Reprodução/Google)

A semana será de grande movimento nas agências da Caixa, pois a instituição deu início ao cronograma de pagamentos do Bolsa Família. Na primeira rodada de 2021 há algumas mudanças importantes relacionadas ao valor e a forma de recebimento.

Fim do auxílio emergencial altera mensalidade do Bolsa Família

Com o encerramento do coronavoucher para este grupo, todos os cadastrados voltam a receber os valores de base do Bolsa Família. Isso implica dizer que a quantia mínima a ser enviada é de R$ 89, sendo acrescentados os auxílios extras a depender da estrutura familiar.

Mulheres grávidas, bebes recém nascidos, crianças matriculadas em escolhas públicas e deficientes têm direito a quantias extras de R$41. E se somadas, podem ultrapassar os R$ 300 liberados no auxílio emergencial.

Pagamentos pelo Caixa Tem

Outra observação importante é que neste ano a Caixa dará continuidade a inclusão do Caixa Tem dentro do Bolsa Família. Neste mês de janeiro, os segurados de número final do NIS 6, 7 e 8 receberão pela plataforma. Para eles, a previsão de início de pagamento está marcada para o próximo dia 25.

Ao receber os valores, será possível gasta-los por meio do cartão de débito virtual, fazer transferências ou sacar imediatamente por meio do cartão do programa.

É importante ressaltar que não será preciso criar uma conta no banco, apenas se cadastrar gratuitamente pelo app.

Os demais serão inclusos de acordo com as seguintes datas:

  • Beneficiários com NIS final 6, 7 e 8 receberão em janeiro (2,25 milhões de pessoas)
  • Beneficiários com NIS final 3, 4 e 5 receberão em fevereiro (2,25 milhões de pessoas)
  • Beneficiários com NIS final 1, 2 e Grupos Populacionais Tradicionais Específicos (indígenas, quilombolas, ribeirinhos, extrativistas, pescadores artesanais, comunidades tradicionais, agricultores familiares e outros) receberão em março (3 milhões de pessoas)

Calendário de pagamento do Bolsa Família

Neste ano, o calendário deverá seguir o modelo tradicional do projeto. A organização é determinada pelo número final do NIS e os valores deverão ser ofertados a partir da segunda quinzena de cada mês. Acompanhe:

  • Final 1– 18/jan; 11/fev;18/mar;16/abr;18/mai;17/jun;19/jul;18/ago;17/set;18/out; 17/nov;10/dez
  • Final 2 – 19/jan;12/fev;19/mar;19/abr;19/mai;18/jun;20/jul;19/ago;20/set; 19/out; 18/nov;13/dez
  • Final 3 – 20/jan; 17/fev; 22/mar; 20/abr; 20/mai; 21/jun; 21/jul; 20/ago; 21/set; 20/out; 19/nov; 14/dez
  • Final 4– 21/jan; 18/fev; 23/mar ;22/abr; 21/mai; 22/jun; 22/jul;23/ago; 22/set; 21/out;22/nov;15/dez
  • Final 5 – 22/jan;19/fev; 24/mar; 23/abr; 24/mai; 23/jun; 23/jul; 24/ago; 23/set; 22/out; 23/nov;16/dez
  • Final 6– 25/jan; 22/fev; 25/mar; 26/abr; 25/mai; 24/jun;26/jul;25/ago; 24/set; 25/out; 24/nov;17/dez
  • Final 7– 26/jan; 23/fev; 26/mar; 27/abr; 26/mai; 25/jun; 27/jul; 26/ago; 27/set; 26/out; 25/nov; 20/dez
  • Final 8– 27/jan; 24/fev; 29/mar; 28/abr; 27/mai; 28/jun; 28/jul; 27/ago; 28/set; 27/out; 26/nov;21/dez
  • Final 9– 28/jan;25/fev; 30/mar; 29/abr; 28/mai; 29/jun;29/jul;30/ago; 29/set; 28/out; 29/nov; 22/dez
  • Final 0– 29/jan;26/fev; 31/mar; 30/abr; 31/mai; 30/jun; 30/jul; 31/ago; 30/set; 29/out; 30/nov; 23/dez.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.