Bolsa Família 2021 ganhará NOVO valor a partir do próximo calendário

Governo avalia a possibilidade de aumentar o valor do Bolsa Família. Nas últimas semanas a imprensa brasileira vem buscando respostas quanto ao funcionamento do projeto em 2021. Com o fim do auxílio emergencial, há grandes dúvidas se o programa funcionará nos mesmos moldes atuais ou passará por modificações.

Bolsa Família 2021 ganhará NOVO valor a partir do próximo calendário (Imagem: Reprodução/Google)
Bolsa Família 2021 ganhará NOVO valor a partir do próximo calendário (Imagem: Reprodução/Google)

A ideia de manter o Bolsa Família em 2021 foi anunciada pelo presidente Jair Bolsonaro diante do fracasso em criar um projeto social ao longo de sua gestão. Com impasses na folha orçamentária, o chefe de estado informou manter o atual programa que passará por uma correção de valores.

De acordo com ele, as mensalidades que têm atualmente como base a quantia de R$ 89 deverão ser reajustadas para R$ 200. Porém, o gestor não explicou se esse será o valor teto do programa ou o mesmo ainda se manterá com acréscimos a considerar a situação de cada família.

Extensão do Bolsa Família

Outra iniciativa também anunciada por Bolsonaro foi aumentar o número de contemplados. Ele deseja que parte dos segurados do auxílio emergencial passem a participar da folha de pagamentos do Bolsa Família.

De acordo com seus últimos informes, o ministério da cidadania deverá incluir novos 300 mil cadastros no programa de transferência de renda.

Porém, ambas as propostas só poderão ser definitivamente efetivadas se o governo aplicar cortes nos seus gastos. Com o novo planejamento o bolsa família terá um acréscimo de 18% no orçamento público, o que significa que outras despesas de demais programas serão repensadas.

Inclusão de outros benefícios

Bolsonaro informou ainda que está cogitando a possibilidade de incluir outros benefícios no projeto. A ideia é que as famílias passem a contar com acréscimos a partir das realidades vivenciadas abaixo:

  • Auxílio-creche mensal de R$ 52 por criança;
  • Prêmio anual de R$ 200 para os alunos com os melhores desempenhos;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para estudantes que se destacaram em ciência e tecnologia;
  • Bolsa mensal de R$ 100, além de prêmio anual de R$ 1.000, para alunos que obtiverem os melhores desempenhos em atividades desportivas;
  • Auxílio-creche no valor de R$ 200 para as mães inscritas no Bolsa Família.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.