Bitcoin alcança valor histórico nesta quarta-feira (16); chegou a hora de INVESTIR?

Pela primeira vez, o Bitcoin passou da casa dos U$$20 mil na manhã desta quarta-feira, 16. Às 11h30 a criptomoeda mais importante em circulação estava cotada a U$$20.606,02, quase 7% de alta. 

Bitcoin alcança valor histórico nesta quarta-feira (16); chegou a hora de INVESTIR? (Imagem: Google)

A recente valorização do bitcoin é baseada no aumento da demanda por ativos de risco em meio a estímulos fiscais e monetários sem precedentes para contornar os danos econômicos decorrentes da pandemia do coronavírus.

Os defensores também classificam as criptomoedas como ativos de guarda contra a inflação e projetam que a população futuramente vai conhecer e aderir mais a elas.

Ao longo de 12 anos de história, o bitcoin ficou marcado por grandes ganhos e quedas igualmente acentuadas. A criptomoeda sofre com a alta volatilidade e o mercado é mais nebuloso que o dos ativos tradicionais.

Como comprar Bitcoin

A troca do dinheiro em reais ou dólares é feito através de uma corretora que liga os interessados na compra do bitcoin com quem deseja vender.

Por trás dessa “troca” está um sistema de transferência chamado de blockchain ou cadeia de blocos. E este sistema que registra todas as quantias que sano transferidas de bitcoin. Este procedimento é como se fosse um livro contábil que registra as transferências e os valores.

Investimento em ouro vale a pena?

Já pensou em investir em ouro? A boa rentabilidade do ativo “ouro”, vem atraindo muitos investidores.

  • Como investir em ouro

O investidor pode optar por comprar o ouro físico, em barras de ouro, e neste caso as compras ficam limitadas a R$10 mil em dinheiro, como em papéis que estão lastreados no ouro, ou também nas operações de mercado futuro. Importante ressaltar que só haverá incidência tributária se as vendas ultrapassarem os R$ 20 mil.

  • Rendimento e Risco

Como acontece em todos os ativos, investir no ouro e conseguir um bom retorno vai depender do jogo de oferta e demanda. Em uma situação como a atual, em meio a uma pandemia, existe aversão a risco, o que aumenta a demanda por ouro, consequentemente aumentado seu preço.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.