Atenção empresas! Pesquisa mostra QUANTO brasileiros devem gastar no Natal e Ano Novo

De acordo com a empresa Boa Vista, os consumidores brasileiros pretendem gastar menos neste fim de ano. Além disso, segundo a pesquisa, com cerca de 400 consumidores de todo o país, a quantidade de presentes de Natal também deverá diminuir.

Atenção empresas! Pesquisa mostra QUANTO brasileiros devem gastar no Natal e Ano Novo
Atenção empresas! Pesquisa mostra QUANTO brasileiros devem gastar no Natal e Ano Novo (Imagem: Reprodução/Google)

Segundo a pesquisa, 79% dos consumidores entrevistados afirmaram que pretendem gastar menos neste fim de ano, comparado ao ano anterior. 14% disse que irão gastar a mesma quantia que 2019 e apenas 7% terão um fim de ano com mais dinheiro que o ano passado.

A empresa realizou esta mesma pesquisa o ano passado e na época 67% dos entrevistados pretendiam gastar menos e 11% queriam gastar mais que em 2018. Como é possível perceber têm mais pessoas este ano precisando economizar.

A pesquisa também questionou sobre a quantidade de presentes comprados no fim de ano. Como resultado, foi constato que 75% dos consumidores pretendem comprar menos presentes que o ano passado. Em 2019, esse percentual era de 63%.

Outros 17% irão manter o número de presentes e só 8% irão aumentar a quantidade. Em 2019, o percentual foi de 25% de quem pretendida comprar a mesma quantidade de lembrancinhas e 12% de quem iria aumentar.

Porém, dos consumidores entrevistados este ano, 79% irão presentear alguém no Natal. Dessa maneira, mesmo pretendendo gastar menos e comprar menos presentes, os consumidores brasileiros ainda irão alegrar alguém no Natal.

De acordo com a pesquisa da Boa Vista, os consumidores devem presentear pelo menos duas pessoas, com uma média no valor de cada presente de R$ 58,65. Com isso, houve uma queda de 2% em relação ao valor destinado para a compra em 2019.

O valor total, em média, será de R$ 545,49, ou seja, 25% da renda familiar. Em 2019, os consumidores pretendiam gastar, em média, R$ 564,96. Como é possível perceber o valor não é tão inferior ao ano passado.

A quantidade de brasileiros que pretendem não presentear este ano é de 23%, sendo que em 2019 eram 26%. Em justificativa, esses consumidores afirmaram que estão endividados e, portanto, não podem gastar mais.

Outros 20% alegaram o desemprego, como justificativa para a falta de presentes. No ano passado esse percentual era de 25%. Enquanto 20% não pretendem gastar com presentes, pois decidiram priorizar outras despesas, como casa, escola ou médico, por exemplo. No ano passado era de 10%.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.