MEC divulga mês de volta às aulas presenciais para universidades

Prazo ainda poderá sofrer alteração dos reitores de cada universidade, que deverão observar a situação do seu município. Mas o MEC prevê que as aulas presenciais de nível superior retornem em março e não mais em janeiro.

MEC divulga mês de volta às aulas presenciais para universidades
MEC divulga mês de volta às aulas presenciais para universidades (Imagem/Reprodução: Google)

Em 2 de dezembro o Ministério da Educação havia divulgado que as Universidades federais poderiam retomar as aulas a partir de 4 de janeiro de 2021.

No entanto, na última segunda-feira (7) essa decisão foi revogada e o prazo para retorno revisto.

Nova decisão do MEC

Com o texto mais recente, as universidades federais têm até o dia 28 de fevereiro para continuar com o ensino remoto.

Após isso, em 1º de março elas estão autorizadas a retornares às atividades presenciais, desde que sigam alguns protocolos de biossegurança.

As aulas estão autorizadas a retornarem. Mas os responsáveis locais têm permissão de optar pelo adiamento do retorno.

Caso seja observado que o município não apresenta condições de segurança a saúde de todos os envolvidos na educação.

Esse mesmo texto publicado no Diário Oficial da União, traz uma possibilidade a mais.

O uso excepcional de recursos educacionais para garantir que a carga horária seja atendida e os estudantes não sejam mais prejudicados.

“Os recursos educacionais digitais, tecnologias de informação e comunicação ou outros meios convencionais poderão ser utilizados em caráter excepcional, para integralização da carga horária das atividades pedagógicas”, diz o texto publicado no D.O.U.

Por que o MEC voltou atrás em sua decisão?

Quando o MEC anunciou a autorização do retorno às atividades presenciais em universidades federais, houveram muitos comentários.

Pois, a decisão foi tomada sem que o contexto particular de cada local fosse considerado.

O que fez com que muitos reitores e representantes dessas instituições questionaram a decisão.

Começou, então, uma pressão sob o Ministério da Educação. Para resolver, Milton Ribeiro, Ministro da Educação, se reuniu com esses representantes no último domingo (6) para chegarem a uma conclusão em comum.

No caso, o adiamento do retorno e a análise individual de cada local em que as universidades estão situados.

Para a Associação Brasileira de Mantenedoras de Ensino Superior a decisão de retornar apenas em março possibilita uma melhor e mais segura organização desse regresso.

Continue acompanhando a editoria de Carreiras no portal  FDR.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha como professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR. Jamille utiliza sua experiência na área da educação para cobrir notícias sobre cursos, vestibulares, empregos e concursos.