PIX: Prós e contras do NOVO sistema de pagamento que você precisa saber

O novo sistema de pagamentos do Banco Central, o PIX, já entrou em funcionamento desde o último dia 16 de novembro. Diversos usuários já conseguem realizar transações de pagamento e transferências em diversos aplicativo. Conheça agora as vantagens e desvantagens do sistema.

PIX: Prós e contras do NOVO sistema de pagamento que você precisa saber (Imagem: Reprodução/Google)
publicidade

Os usuários interessados em usar o PIX precisam fazer um cadastro no aplicativo do banco ou carteira digital. A dica é utilizar o login e senha nas instituições financeiras que você já conhece.

O novo sistema é gratuito para as transferências feitas pela internet entre pessoas físicas. As taxas estão presentes nas transações realizadas presencialmente ou por telefone.

As empresas e os microempreendedores individuais (Mei) também estão sujeitos as taxas do PIX. O valor, no entanto, é definido pelo próprio banco do cliente. Contudo, ainda há uma oferta mínima que é gratuita oferecida pelo Banco Central.

O porta-voz do grupo de segurança da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), Ivo Mósca afirma que a tendência é ter um ambiente mais competitivo que deverá fazer com que as tarifas do Pix para empresas e comerciantes sejam bastante atrativas, possivelmente mais baratas que as de cartões de crédito ou débito.

Vantagens do PIX

  • Ele é gratuito para as transações online entre bancos diferentes e entre pessoas física;
  • Deve gerar um custo menor a empresas, MEIs e também aos prestadores de serviço;
  • Funciona 24 horas por dia nos 7 dias da semana;
  • Facilidade na hora de realizar troca de instituição para utilização do sistema;
  • Não paga tarifas avulsas TED e DOC.

Desvantagens do PIX

  • Não é possível utilizar a opção de cartão de crédito;
  • Não tem como parcelar os valores;
  • Em pagamentos presenciais demanda o uso da internet;
  • Cada instituição financeira pode adotar uma política de cobrança e limitações diferente;
  • Tem a chance de sofrer tarifas quando realizado por telefone ou atendimento presencial;
  • Não há possibilidade de estorno nas transferências.

Como realizar o cadastro da chave PIX?

Veja o passo a passo um exemplo de cadastro de uma chave PIX com o número do CPF e e-mail, utilizando o aplicativo do Nubank:

  • Primeiramente, no menu inicial, escolha a opção “PIX” ou “cadastro PIX”;
  • Em seguida, indique quais os dados serão utilizados e clique em “confirmar”;
  • Por fim, caso as informações estejam corretas, aguarde um e-mail de confirmação do banco.

Este foi só uma exemplo. Entretanto, ainda é possível criar suas chaves PIX com os seguintes dados: Número de CPF/CNPJ; Endereço de e-mail; Número do telefone celular EVP, sequência alfanumérica de 32 dígitos.

É possível fazer o seu cadastro de chave em diversos bancos. Confira aqui a lista com TODOS os bancos que já oferecem o cadastro PIX.

Lucas SantosLucas Santos
Lucas Santos é jornalista graduado pela Universidade Federal do Espírito Santo (UFES). Possui experiência em assessoria de imprensa na Prefeitura Municipal de Cariacica e redação de notícias para o portal FDR. | Instagram @lucas.sanp | LinkedIn @lucassantospto