Governo não quer pagar a prorrogação do auxílio de R$600 para moradores do Amapá; e agora?

O estado do Amapá enfrenta mais de 15 dias de apagão. Tendo isso em vista, o juiz federal da 2ª vara, João Bosco Costa Soares da Silva, concedeu a prorrogação do auxílio emergencial no valor de R$ 600 exclusivamente para os habitantes do estado afetado. O governo federal, porém, decidiu recorrer contra a decisão. Ou seja, não quer pagar a extensão.

Governo não quer pagar a prorrogação do auxílio de R$600 para moradores do Amapá; e agora?
Governo não quer pagar a prorrogação do auxílio de R$600 para moradores do Amapá; e agora? (Imagem: Reprodução / Google)

O recurso deve ser feito feito via Advocacia-Geral da União (AGU). O governo defende que o Brasil não pode arcar com um prejuízo que seria de responsabilidade de uma empresa privada e, por isso, não ofertaria as duas parcelas extras do auxílio previstas para os meses de janeiro e fevereiro.

A atual decisão, porém, determinou “no prazo improrrogável de 10 dias, o pagamento de auxílio emergencial por (02) dois meses, no valor mensal de R$ 600,00 (seiscentos reais) especificamente as famílias carentes residentes nos 13 municípios atingidos pelo referido apagão”.

Outros estados não receberiam auxílio extra

Por ser uma demanda ligada especificamente ao apagão que afetou o estado do Amapá, as outras regiões estão fora da decisão de prorrogação das duas parcelas extras do auxílio emergencial.

Antes mesmo deste caso, o atual presidente Jair Bolsonaro já havia aparecido em público para dizer que “o valor é pouco para as famílias, mas é muito para o Brasil” e que, por isso, não havia extensão do benefício para 2021.

Causa do apagão no Amapá ainda é incógnita

Ainda que sejam mais de 15 dias sem abastecimento de energia, o motivo que causou o apagão no Amapá ainda está sendo investigado.

A Justiça Federal deu um prazo limite, até o dia 25 deste mês, para que o problema, que afetou 13 dos 16 municípios, seja resolvido.

Apesar de receber geradores vindos de Manaus para ajudar no restabelecimento da energia, os mesmos estados do Amapá sofreram na terça-feira (17), por volta das 20h30, um novo apagão, também sem causas definidas pelos responsáveis.

Dessa vez, por causa dos geradores, hospitais e órgãos públicos não foram afetados, mas a rede de telefonia móvel do estado parou de funcionar temporariamente.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.