Renovação do Fies finaliza neste mês; confira passo a passo para fazer

Estudantes que fazem uso do Fies têm até 30 de novembro para fazer a renovação do financiamento. Quem desejar fazer a transferência também terá a mesma data como limite.

Renovação do Fies finaliza neste mês; confira passo a passo para fazer
Renovação do Fies finaliza neste mês; confira passo a passo para fazer (Imagem/Montagem FDR)
publicidade

Se você é estudante de nível superior pelo Fundo de Financiamento Estudantil – Fies e ainda não renovou seu contrato, corra, pois, a data limite é 30 de novembro. Como essa data já foi renovada, é provável que seja a última.

A renovação dos contratos é feita a cada semestre, primeiro as Instituições de ensino superior enviam as informações dos estudantes e eles precisam validá-las.

Quem pode renovar o financiamento?

Dois grupos podem fazer a renovação do contrato de financiamento para o segundo semestre de 2020 (que está atrasado em todo o país por conta da pandemia), são eles:

  • Pessoas que possuem contrato não simplificado, ou seja, que terão mudanças nas clausuras contratuais, como fiador. Nesse caso, o estudante precisa apresentar a documentação referente a essa mudança, o que é feito presencialmente.
  • Adiantamento simplificado, essa renovação acontece de forma mais simples e pode ser feita pelo estudante diretamente no sistema do Fies.

Também até o final desse mês os estudantes que fazem uso do Financiamento podem realizar a transferência de curso ou de instituição de ensino; e ainda fazer a solicitação de aumento do prazo para quitar o financiamento.

Afinal, o que é o Fies?

O Fundo de Financiamento Estudantil tem a finalidade de possibilitar que as pessoas, que não teriam condições de arcar com os custos, possam ingressar no ensino superior em instituições particulares de nível superior.

O Fies funciona de algumas formas por meio de três modalidades:

Na primeira é possível conseguir até mesmo juros zero, o que vai depender do grupo de renda que o candidato se encaixe, o capital aplicado a essa modalidade é da União.

A segunda modalidade foi criada exclusivamente para as regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste; as taxas de juros são variáveis, dependendo do banco e o capital aplicado é dos Fundos Constitucionais e de Desenvolvimento.

Já a terceira modalidade a renda máxima é de 5 salários mínimos e os financiamentos acontecem com investimentos do BNDES.

Siga acompanhando a editoria de Carreiras do portal  FDR.

Jamille NovaesJamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha com professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.