Aposentadoria do INSS: Quanto tempo falta para conseguir o benefício? Aprenda a simular!

Segurados do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) podem calcular o tempo que falta para conseguir o benefício da aposentadoria através do aplicativo Meu INSS. Levando em conta uma série de regras instituídas pelo órgão que variam de acordo com o tempo de contribuição trabalhista.

Aposentadoria do INSS: Quanto tempo falta para conseguir o benefício? Aprenda a simular!
Aposentadoria do INSS: Quanto tempo falta para conseguir o benefício? Aprenda a simular! (Imagem: Reprodução / Google)

Antes de calcular o tempo que falta para conseguir o benefício, é preciso saber das regras que o INSS impõe para solicitação da aposentadoria, que são:

  • Ter a partir de 65 anos, no caso dos homens, ou 62 anos, no caso das mulheres;
  • Homens precisam contribuir por pelo menos 20 anos e mulheres, por 15 anos. Quanto menor for o tempo de contribuição, menor o valor da aposentadoria;

Vale destacar que essas regras valem integralmente para quem ainda não contribuía para o INSS ou para o regime de Previdência dos servidores da União.

Para quem já estava no mercado de trabalho antes de 12 de novembro de 2019, as regras são diferentes.

Como fazer o cálculo?

Na verdade, o cálculo não precisa ser realizado manualmente, pois o aplicativo Meu Inss, disponível gratuitamente para sistemas operacionais Android e iOs, disponibiliza o extrato de contribuições para a previdência de cada trabalhador.

Quanto posso receber?

  • Benefício integral: Para ter direito ao valor máximo possível de aposentadoria – ou seja, 100% da média dos salários na ativa, limitado ao teto do INSS, que é hoje de R$ 6.101,06 — será exigido que o trabalhador tenha contribuído por 40 anos para a Previdência;
  • Escadinha: Mulheres que tenham contribuído cerca de 15 anos e homens que tenham contribuído por 20 anos terão direito a apenas 60% do valor do benefício. A cada ano a mais de contribuição, a parcela sobe dois pontos percentuais, até chegar aos 100% com 40 anos de contribuição;
  • Na prática: Em três das quatro modalidades disponíveis para a aposentadoria, há a exigência de um tempo de contribuição de 30 anos para mulheres e de 35 anos para os homens. Então, na prática, as mulheres se aposentarão com pelo menos 80% do benefício e os homens, com 90%;
  • Piso: O valor mínimo da aposentadoria continua sendo o piso nacional. Mesmo que o trabalhador tenha contribuído por menos de 40 anos, terá direito a receber pelo menos o salário mínimo, que hoje está em R$ 1.045.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.