Black Friday pode ajudar a garantir compra de material escolar com MENOR preço

A Black Friday nada mais é que um momento de novembro onde empresas inauguram a temporada de compras de Natal com grandes promoções, independente do segmento. Essa pode ser uma boa hora para quem quer se organizar e adiantar a compra do material escolar das crianças. Afinal, os preços certamente estarão mais baratos.

Black Friday pode ajudar a garantir compra de material escolar com menor preço
Black Friday pode ajudar a garantir compra de material escolar com menor preço (Imagem: Reprodução / Google)

A partir do dia 27 deste mês, os preços ficam ainda mais confortáveis. Algumas instituições de ensino já divulgaram a lista de materiais das crianças, que deve ser consultada na hora do compra.

Quem não recebeu a lista, pode buscar um planejamento na internet ou se guiar pelos itens indispensáveis, como cadernos, canetas, lápis, borracha, estojo, mochila, lancheira, entre outros.

“Em função do aumento da demanda, os meses mais próximos da volta às aulas são o menos indicados para a compra do material, pois os preços tendem a aumentar. Sem alternativas, muitos pais acabam pagando mais caro pelo material”, analisa a planejadora financeira Paula Sauer.

Promoções para ficar de olho

Os preços mais baratos não se limitam apenas às compras presenciais, principalmente em tempos de pandemia. Na internet, também é possível encontrar preços mais acessíveis.

A papelaria Papel Craft, por exemplo, está oferecendo até 80% de desconto no site, mais 20% de cashback com Ame Digital. Como adiantamos, vários produtos escolares fazem parte da lista promocional: canetas, estojos, blocos de notas, cadernos, entre outros.

Na Amazon, o Esquenta Black Friday oferece até 20% de desconto no setor de papelaria e escritório. O kit escolar da Faber-Castell com lápis de cor triangular e dois lápis grafite está custando R$ 15,93, enquanto a caixa com 24 canetas esferográficas coloridas sai por R$ 37,79.

Também há uma série de descontos na loja Kalunga. O combo de notebook com impressora HP, por exemplo, está saindo de R$ 4.400,32 por R$ 4.214,75. A caixa de papel sulfite A4, sempre recomendada nas escolas, foi de R$ 219 para R$ 199.

Ainda que os descontos saltem aos olhos, a planejadora financeira Paula Sauer explica que a organização é fundamental na hora da compra.

“Livros são os itens que mais pesam no bolso, pois não são uma questão de escolha, é preciso comprar aqueles que a escola manda. E, muitas vezes, até de uma edição específica, o que coloca o consumidor em uma situação ainda mais delicada. Quando é assim, os preços acabam não tendo uma variação muito significativa, porque o consumidor, no fim, independentemente do preço, vai comprar. Caso não tenha feito essa poupança, uma boa ideia é separar uma parte do 13º salário para essa despesa que sabemos que chegará no início do ano letivo”, instrui.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Black Friday pode ajudar a garantir compra de material escolar com MENOR preço

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA