Dólar abre o dia em queda e é negociado a R$5,38 em decorrência do sucesso da vacina da Covid-19

O dólar abre o dia em queda nesta terça-feira (10), refletindo o otimismo global após a vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais dos EUA e notícias sobre o sucesso da vacina da Pfizer contra a Covid-19. Por volta das 10h29 a moeda norte-americana operava em queda de 0,07%, sendo negociado a R$ 5,382.

O dólar opera em queda nesta terça-feira (10), sustentando a tendência otimista desta semana e o sucesso da vacina contra a Covid-19 (Imagem: Adobe Stock)

Vacina contra a Covid-19

Nesta última segunda-feira (9) as farmacêuticas e BioNtech divulgaram que a vacina contra o novo coronavírus (Covid-19) é eficaz na prevenção da doença em mais de 90% dos pacientes sem evidência de infecção prévia. A notícia foi divulgada pelas como um “grande dia para a ciência e para humanidade”.

Segundo a BBC News, o imunizando foi testado em 43,5 mil pessoas em seis países. Com base em projeções, as farmacêuticas declararam que a pretensão é fornecer 50 milhões de doses no mundo em 2020 e até 1,3 bilhão em 2021.

O governador de São Paulo, João Dória, também disse nesta última segunda-feira (9) que as primeiras doses do Coronavac, vacina desenvolvida pelo Instituto Butantã em parceria com o laboratório chinês Sinovac, chegarão ao Brasil até dia 20 de novembro, com 6 milhões de doses disponíveis no estado até dezembro.

Porém, horas mais tarde, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) pausou os testes da vacina chinesa, alegando um “evento adverso grave”. O Instituto Butantã afirma que foi “surpreendido” e lamenta ter sido informado da decisão através da imprensa e não diretamente pelo órgão de vigilância.

Eleições nos Estados Unidos

O otimismo vem dominando os mercados financeiros desde a semana passada com os resultados das eleições nos Estados Unidos. Mesmo com a vitória de Joe Biden, a divisão entre democratas e republicanos deve continuar no Congresso.

O Senado deve permanecer controlado pelos republicanos, enquanto a Câmara será liderada pelos democratas, por uma pequena diferença. Tal divisão é bem vista pelos investidores, visto que o partido de Biden não poderá executar grandes mudanças como aumento de impostos sobre grandes empresas.

Cenário nacional

O presidente da da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, declarou em entrevista à CNN Brasil que se as pautas sobre reformas não forem aprovadas, o Brasil pode “explodir” e a moeda norte-americana pode chegar a R$ 7 reais.

“Se a base do governo obstruir a pauta, é o país que vai pagar a conta. O Brasil vai explodir em janeiro se as matérias não forem votadas. O dólar vai a R$ 7, a taxa de juros de longo prazo vai subir, para um País que no final do ano vai ter 100% de sua riqueza em dívida”.

Última cotação do dólar

Na última sessão ocorrida nesta segunda-feira (9), o dólar encerrou em queda de 0,04% frente ao real, sendo negociado a R$ 5,391.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.