Lista de alimentos que vão diminuir valor durante o mês de novembro

Não é segredo para ninguém que enquanto os alimentos  estão no período de safra eles ficam mais em conta. Por esse motivo, vamos neste post listar os alimentos mais baratos para o mês de novembro para que você consiga economizar em suas compras.

Lista de alimentos que vão diminuir valor durante o mês de novembro
Lista de alimentos que vão diminuir valor durante o mês de novembro (Imagem: Reprodução/Google)

Com a proximidade do verão, o mês de novembro é período de safra dos alimentos mais refrescantes. Veja abaixo a lista que separamos para você, com base em uma reportagem do portal G1:

Frutas

  • Abacate;
  • Abacaxi;
  • Acerola;
  • Banana;
  • Jabuticaba;
  • Laranja;
  • Mamão;
  • Manga;
  • Melão;
  • Tomate;
  • Uva.

Legumes

  • Abobrinha;
  • Berinjela;
  • Beterraba;
  • Brócolis;
  • Cenoura;
  • Pepino;
  • Pimentão;
  • Vagem.

Com o avanço das técnicas agrícolas, atualmente é possível encontrar uma grande variedade de frutas e legumes no mercado, mesmo fora do período de safra.

Porém, consumir produtos da época ainda é uma ótima opção, por ser mais barata e saudável, já que é usado menos agrotóxicos em seu cultivo.

“Para terem um bom desenvolvimento fora do seu ciclo natural de produção, é necessário uma intervenção mais intensa de químicos durante o preparo do solo, por exemplo”, ressalta Lígia dos Santos, do São Camilo.

Manga

A manga é uma fruta que está em alta entre a primavera e o verão, por esse motivo, está com um bom preço no mês de novembro. Entre os meses de outubro e dezembro há o encontro das safras de duas variedades mais consumidas no país: a palmer e a tommy.

A palmer entra no mercado em setembro e vai até dezembro, sendo uma fruta mais alongada, conhecida pelo seu sabor doce e que possui muita fibra. A safra da tommy começa em outubro e segue até fevereiro, sendo uma espécie mais arredondada..

Segundo Paulo Dantas, diretor da Agrodan, maior produtora e exportadora da fruta no Brasil, “Os custos de produção da manga aumentaram, porque boa parte dos insumos são importados e o dólar está alto. Também há falta de embalagem no mercado”.

“Mas o produtor não vai repassar esse custo para o consumidor. Nosso mercado não tem monopólio, é pulverizado. Por isso, se tem muita manga no mercado, precisa baixar o preço, não tem jeito”, acrescenta.

Os principais estados produtores da manga são a Bahia e Pernambuco, onde fica sediada a Agrodan. A dica para uma boa escolha é procurar por mangas firmes, limpas e sem sinais de apodrecimento. Para conservar, deixe em local fresco (dura cinco dias) ou na geladeira (dura até duas semanas).

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Glaucia Alves
Gláucia Alves é formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Atuou na área acadêmica durante 8 anos. Em 2020 começou a trabalhar como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR, produzindo conteúdo sobre economia e direitos da população brasileira, onde já acumula anos de pesquisa e experiência. Além de realizar consultoria de redação on-line.