Banco do Brasil estuda o lançamento de linha de crédito para financiar máquinas agrícolas

O Banco do Brasil está realizando um estudo para lançar uma linha com recursos próprios e taxas de mercado a fim de conseguir fazer financiamentos de máquinas agrícolas, depois do BNDES ter feito a suspensão na sexta-feira (30) da formalização de novos protocolos para contratar recursos do Moderfrota.

 Banco do Brasil estuda o lançamento de linha de crédito para financiar máquinas agrícolas
Banco do Brasil estuda o lançamento de linha de crédito para financiar máquinas agrícolas (Imagem: Marcelo Elias/Gazeta do Povo)

“Estamos considerando lançar uma linha, oferecer recursos nossos (próprios), (em condições) parecidas com o Moderfrota, talvez não com oito anos de amortização, mas cinco ou seis anos. Os recursos do Plano (Safra 2020/21) estão chegando no seu limite”, afirmou o vice-presidente de Agronegócio e Governo do Banco do Brasil, João Rabello, durante webcast feita pelo Centro de Estudos de Agronegócio da Fundação Getúlio Vargas.

Taxa de juros do Plano Safra está acima da inflação

Rabello afirmou que a taxa de juros cobrada de produtores em linhas do Plano Safra 2020/21 (aproximadamente 4% a 6% para custeio) está acima da inflação, porém ressaltou que a Selic atual em 2% ao ano já está viabilizando a captação de recursos para grandes produtores através de emissões de Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA), a taxas anuais de 4% a 5% ao ano.

“Estamos apostando muito na Coopercitrus, nas cooperativas, para que elas coloquem as CPRs (Cédula de Produto Rural), que a partir do ano que vem serão visíveis ao mercado (registradas em um sistema eletrônico), dentro de um título que tornará possível para um pequeno produtor (tomar recurso)”, disse Rabello.

Sobre o Banco do Brasil

Fundado em 1808 a pedido do príncipe D. João, recém-chegado de Portugal em solo brasileiro. Foi o primeiro banco a operar no país, o Banco do Brasil surgiu quando somente três instituições financeiras emissoras atuavam no mundo.

Segmentos de operação do BB: bancário, investimentos, gestão de recursos, seguros, previdência, capitalização e consórcio. 

O Banco do Brasil também é responsável por fazer o controle de 19 subsidiárias, seis entidades patrocinadas e contar com participação em empresas de terceiros.

Segundo a instituição, o intuito do BB é “ser uma empresa rentável e líder na Administração e Gestão de Recursos de Terceiros, atendendo às expectativas dos clientes e do acionista e contribuindo para o desenvolvimento sustentável do Brasil”.

Gostou do conteúdo? Siga @fdrnoticias no Instagram e FDR.com.br no Facebook para ver as últimas notícias que impactam diretamente no seu bolso e nos seus direitos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.