Cadeg divulga pesquisa com 313,5 mil novos empregos durante o mês de setembro

Após período de crise, país começa a demonstrar indícios de recuperação econômica. Nessa semana, o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgou o balando de novas contratações feitas no mês de setembro. De acordo com o levantamento, durante os 30 dias foram registradas 313.564 vagas de empregos formal, indicando que um processo de retomada do mercado pode ter se iniciado.  

Cadeg divulga pesquisa com 313,5 mil novos empregos durante o mês de setembro (Imagem: Google
Cadeg divulga pesquisa com 313,5 mil novos empregos durante o mês de setembro (Imagem: Google

Com a chegada do novo coronavírus no Brasil, o desemprego alcançou números históricos. Somente este ano, o índice de demissões foi 14% menor em comparação com 2019, registrando uma das piores estatísticas da década.

No entanto, segundo o Caged, os empregos voltaram a ser ofertados, possibilitando um novo momento na economia nacional 

O número de 313.564 novas contratações em setembro foi o melhor desempenho nacional desde o mês de março, quando o covid-19 passou a ser registrado.

Apesar da evolução é válido ainda ressaltar que o valor permanece insuficiente, ficando negativo em 558.597 no acumulado do ano. 

Recuperação em V 

Quem estava presente no anuncio dos números foi o ministro da economia, Paulo Guedes, que optou por não responder as perguntas da imprensa ao ser questionado sobre o atual cenário de crise e quais as responsabilidades do governo para tal desenvolvimento. 

Segundo Guedes, os índices apresentados pelo Caged mostram que há um sinal de recuperação em V, que significa que a economia está sendo retomada de forma rápida após um período intenso de queda.  

— Uma excelente notícia, confirmando a volta da economia brasileira em V. É o maior ritmo de criação de empregos já registrado em qualquer setembro. Importante registrar também que todos os setores aumentaram emprego e todas as regiões do Brasil — defendeu o ministro. 

Indústria e serviços puxam alta 

Dentro dos setores com maior destaque, está a indústria que apresentou um saldo positivo de 100.868 empregos em setembro. Já o segmento de serviço ficou com 80.481 novas vagas. Ao todo, foram registadas 1.379.509 admissões e 1.065.945 demissões neste período.  

Ainda segundo os levantamentos, até o dia 23 deste mês foram contabilizados novos 18,9 milhões de acordos, sendo 9,7 milhões de empregados e 1,4 milhões de empregadores no país. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.