Dólar abre a semana em queda de 0,76% acompanhando os principais assuntos internacionais e nacionais

O dólar abre a semana em queda, com os investidores acompanhando a liberação do pacote de estímulos dos EUA antes das eleições, o crescimento do PIB da China, a saída do Reino Unido da União Europeia e o aumento de projeção da inflação no Brasil. Por volta das 9h20 desta segunda-feira (19), a moeda norte-americana operava em queda de 0,76, sendo negociado a R$ 5,59.

Dólar abre o dia em queda de 0,76% acompanhando os principais assuntos internacionais e nacionais
Dólar abre o dia em queda de 0,76% acompanhando os principais assuntos internacionais e nacionais (Imagem: Reprodução/Google)

Estímulos aos Estados Unidos

O mercado global acompanha a possível liberação do pacote de estímulos econômicos da principal economia mundial. A presidente da Câmara dos Deputados dos EUA, Nancy Pelosi, afirmou à Casa Branca que o prazo para o acordo sobre o pacote de estímulo trilionário é até a próxima terça-feira (20).

Nancy vê a necessidade de esse pacote ser aprovado antes das eleições presidenciais, que ocorre em novembro. “Se isso não for feito antes da eleição, tem que o mais rápido que conseguiremos obter qualquer tipo de alívio para a pandemia da covid-19 será em fevereiro do próximo ano.”, declarou.

PIB da China

O mercado monitora também a segunda maior economia do mundo: a China. O PIB do país cresceu 4,9% no terceiro trimestre de 2020, comparado ao mesmo período do ano passado. Embora abaixo do esperado (5,2%), o resultado aponta um avanço diante dos 3,2% registrado no segundo trimestre deste ano.

Reino Unido

Os investidores do mercado europeu, estão de olho no avanço do acordo comercial entre o Reino Unido e a União Europeia (EU). Nesta última sexta-feira (16), o primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, ameaçou desistir das negociações e afirmou que deixaria a UE no dia 1º de janeiro caso não entrassem em um acordo. Boris pediu que o bloco europeu só os procurassem caso houvesse alguma mudança fundamental na abordagem.

Cenário nacional

Aqui no Brasil, como acontece toda segunda-feira, o Boletim Focus foi divulgado pelo Banco Central (BC). No relatório, os especialistas do mercado financeiro aumentaram a projeção da inflação pela 10ª semana consecutiva. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) está estimado em 2,65% em 2020.

Última cotação do dólar

Na última sessão ocorrida sexta-feira (16), o dólar encerrou em alta de 0,32% frente ao real, sendo negociado a R$ 5,64.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA