Itaú: Plataforma íon será substituta do aplicativo da corretora; expectativa é reunir 3 mil clientes

Como forma de melhorar a experiência dos clientes que buscam melhores experiências de investimento, o Itaú anunciou o lançamento do íon. Dessa forma, o banco terá um aplicativo exclusivo para esta área, de forma com que os clientes possam acompanhar mais profundamente suas carteiras, com a opção de histórico e rentabilidade.

Plataforma íon do Itaú será substituta do aplicativo Corretora e tem a expectativa de reunir 3 mil clientes
Plataforma íon do Itaú será substituta do aplicativo Corretora e tem a expectativa de reunir 3 mil clientes (Imagem: Reprodução/Google)

A expectativa para a adesão do íon é de três milhões dos investidores correntistas do próprio banco. Inicialmente, o serviço estará disponível em novembro aos correntistas e, em 2021, as demais pessoas. O objetivo será de substituir o aplicativo Itaú Corretora.

Detalhes do aplicativo

O usuário poderá ter conhecimento da rentabilidade da carteira, do fluxo que foi investido e também possibilitará aplicar, resgatar ou programar as ações.

O design do aplicativo será com foco no público jovem, que está habituado a uma interface em carrossel na horizontal para as categorias, como existente na Netflix, por exemplo. Outras funcionalidades existentes no Facebook, como os stories e o feed de notícias estão inclusos no planejamento.

O diretor de produtos de investimentos e de previdência do Itaú, Claudio Sanches afirmou que o banco teve que dar alguns passos antes da plataforma digital para que pudesse ter a chance de ser dominante.

“Desde 2017 temos uma estratégia muito bem definida, com vários pilares. Começou com prateleira, precificação, comunicação e o digital”, relata.

“Essa estratégia surgiu e foi desenhada com base na movimentação de mercado e com o surgimento de vários competidores que trabalham de uma maneira diferente que os bancos trabalhavam no passado”, prossegue.

A proposta do banco está em utilizar o modelo de produto viável mínimo, em que as mudanças do aplicativo acontecerão de forma progressiva, de acordo com o retorno dos usuários.

Sobre possíveis questionamentos sobre as atualizações futuras do sistema, o diretor afirma: “Sabemos que vamos ter reclamação, porque há coisas que não estão prontas ainda, mas isso é bom, porque saberemos que aquilo é importante para o cliente”.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Silvio Souza
Silvio Suehiro Souza é formado em Comunicação Social - Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes (UMC). Desde 2019 dedica-se à redação do portal FDR, onde tem acumulado experiência e vasto conhecimento na área ligada a economia, finanças e investimentos. Além disso, Silvio produz análises sobre produtos e serviços financeiros, sempre prezando pela imparcialidade e informações confiáveis.