Governo do Rio de Janeiro cria protocolo para volta às aulas presenciais; confira!

PONTOS CHAVES

  • Rio de Janeiro se prepara para retorno das atividades presenciais
  • Profissionais da educação serão testados antes do retorno
  • Retorno será gradual, começando pelos alunos do Ensino Médio
  • Investimento do protocolo de segurança nas escolas estudais foi de R$ 9 milhões

O estado do Rio de Janeiro se prepara para retomar as aulas presenciais após paralisação temporária por causa da pandemia do novo coronavírus no Brasil. Para isso, o governo estadual definiu um protocolo que atende exigências de segurança e higiene do “novo normal”.

Governo do Rio de Janeiro cria protocolo para volta às aulas presenciais; confira!
Governo do Rio de Janeiro cria protocolo para volta às aulas presenciais; confira! (Imagem: Reprodução / Google)

O protocolo foi publicado pela Secretaria de Estado de Educação (Seeduc), no Diário Oficial do estado, na quinta-feira (8). Ele é válido para as instituições de ensino da rede estadual.

Segundo a Seduc, servidores que fazem parte do grupo de risco da Covid-19, como imunodeprimidos, indivíduos com 60 anos de idade ou mais, que possuem doenças crônicas, gestantes e puérperas, estão liberados e não precisam retornar às atividades presenciais.

Por ser um retorno gradual, primeiramente voltarão as turmas da 3ª série do Ensino Médio e da fase IV de Educação de Jovens e Adultos (Eja). Os alunos mais novos devem ser os últimos a retornarem às salas de aula.

“Os colégios localizados em municípios que não autorizaram a flexibilização das regras do isolamento social deverão dar continuidade das atividades exclusivamente remotas”, informou a secretaria em nota.

Nesta semana, as escolas passam por uma etapa de preparação dos seus espaços para abrir as portas novamente e receber os alunos de volta.

A fim de garantir o distanciamento pessoal entre funcionários, professores e alunos, as escolas passam também por aquisição de equipamentos de proteção individual, como luvas, máscaras e face shield.

Também serão adquiridos dispensers com álcool em gel 70% e tapetes sanitizantes para higienização de mãos e sapatos, respectivamente.

Para tais medidas, houve um investimento de R$ 9 milhões do governo estadual para atender cerca de 1,2 mil escolas.

Testes rápidos fazem parte do protocolo

Uma parceria entre as secretarias de Saúde e Educação disponibilizou mais de 30 mil testes rápidos da covid-19 a serem feitos antes da retomada das atividades presenciais nas instituições de ensino.

Os testes são voltados aos profissionais que atuarão ainda neste ano, mas não são obrigatórios, ficando a cargo dos professores e funcionários ficarem disponíveis para o mesmo.

Governo do Rio de Janeiro cria protocolo para volta às aulas presenciais; confira!
Governo do Rio de Janeiro cria protocolo para volta às aulas presenciais; confira! (Imagem: Reprodução / Google)

“Estamos trabalhando em conjunto com a Secretaria de Saúde, que está nos disponibilizando mais de 30 mil testes rápidos, e acionando as redes municipais de saúde para que os nossos servidores tenham conforto e segurança nessa retomada”, disse o secretário de estado de Educação, Comte Bittencourt, sobre a aquisição dos testes.

Resultado define atuação dos profissionais

Após a realização dos testes rápidos, se o exame detectar o IgM reagente, o servidor será obrigado a aguardar um prazo de sete dias, no mínimo, para retornar às atividades presenciais em segurança.

Já os que apresentarem sintomas da Covid-19, deverão ser encaminhados para avaliação técnica e, se necessário, realizar o teste PCR. Caso indique a doença, o servidor terá que aguardar mais duas semanas, ou seja, 14 dias, para retornar com apresentação do atestado médico para garantir segurança no retorno.

O servidor, porém, que não fizer parte do grupo de risco e tenha resultado negativo no exame, deve retornar imediatamente às aulas presenciais.

As recomendações valem ainda para os profissionais que tiveram contato ou moram com outras pessoas que já tenham testado positivo para o novo coronavírus.

Eles devem se ausentar do ambiente escolar, obedecendo aos protocolos do isolamento, que instruem a permanência em casa, sem contato com terceiros e saídas para locais públicos.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA