Dólar abre o dia em queda acompanhando as negociações dos mercados exteriores

O dólar abre o dia em queda nesta sexta-feira (09) com o mercado internacional atento a retomada das negociações entre a Casa Branca e o Congresso sobre um pacote de estímulos aos EUA. Por volta das 12h22, o dólar operava em baixa de 1,04%, sendo negociado a R$ 5,53.

Dólar abre o dia em queda acompanhando as negociações dos mercados exteriores
Dólar abre o dia em queda acompanhando as negociações dos mercados exteriores (Imagem: Reprodução/Google)

Cenário internacional

No início dessa semana, o presidente dos EUA, Donald Trump, suspendeu as negociações de um pacote de estímulos até o fim da eleição presidencial, que será dia 03 de novembro. No entanto, nesta última quinta-feira (08) o mandatário reacendeu as esperanças sobre o retorno da discussão.

Em entrevista à Fox News, Trump afirmou que estão acontecendo conversas entre a Casa Branca e o Congresso e que são grandes as chances de um acordo ser firmado. Também indicou ao Congresso a aprovação de estímulos direcionados, como por exemplo para o setor aéreo.

Vale lembrar que o setor aéreo, assim como o de turismo em geral, foi prejudicado pelos impactos causados pela pandemia da covid-19. Segundo estimativas da Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA), o setor aéreo queimará US$ 77 bilhões de caixa durante o segundo semestre deste ano.

Já na Europa, a Bolsa de Valores de Londres (LSE) decidiu vendar a bolsa italiana por 4,3 bilhões de Euros à bolsa europeia, Euronext. Por volta das 7h, os índices das bolsas apresentavam as seguintes variações:

•  Nova York (Dow Jones): +0,36%
•  Nova York (S&P 500):+0,39%
•  Nova York (Nasdaq): +0,27%
•  Frankfurt (DAX 30): -0,08%
•  Reino Unido (FTSE 100): +0,74%
•  Paris (CAC 40): +0,35%
•  Itália (FTSE MIB): -0,26%
•  Japão (Nikkei): -0,12%

Cenário nacional

Aqui no Brasil, os investidores continuam em meio a incertezas sobre a saúde das contas públicas e atento as propostas políticas em relação aos estímulos econômicos. Nesta última quarta-feira (07) o ministro da Economia, Paulo Guedes afirmou que o auxílio emergencial não será prorrogado até junho de 2021 e disse que o benefício termina definitivamente em dezembro deste ano.

Última cotação do dólar

Na última sessão desta quinta-feira (08), o dólar encerrou em queda de 0,62%, sendo negociado a R$ 5,58.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA