Revalida 2020: O que os candidatos precisam saber antes de prestar a prova?

O Revalida é o exame que reconhece as habilidades dos médicos que se formaram no exterior e pretendem trabalhar em território brasileiro. É mais um exame aplicado pelo INEP, ele não era realizado no Brasil desde 2017.

Revalida 2020: O que os candidatos precisam saber antes de prestar a prova?
Revalida 2020: O que os candidatos precisam saber antes de prestar a prova? (Imagem/Reprodução Google)

O Exame Nacional de Revalidação de Diplomas Médicos Expedidos por Instituições de Educação Superior Estrangeiras, popularmente chamado de Revalida será realizado em 6 de dezembro em 13 cidades espalhadas pelo Brasil.

Como é o Revalida?

Ele é composto de duas fases: Na primeira, o candidato responderá a uma prova objetiva com 100 questões de múltipla escolha e 5 discursivas.

Caso ele seja aprovado dentro desse teste inicial, seguirá para a 2ª etapa, uma prova de habilidades clinicas.

Fui reprovado, e agora?

Se o candidato for reprovado na primeira fase do exame, ele terá que se submeter a todo o procedimento nas próximas edições, caso queira realmente atuar como médico no Brasil.

No entanto, se ele reprovar apenas na 2ª fase, terá o direito de realizar somente ela nas próximas duas edições do Revalida.

O que cai na prova?

Oficialmente não foi divulgado os assuntos que serão cobrados na prova, mas pelas edições anteriores da prova objetiva é possível ter uma noção:

  • Aleitamento
  • Cardiologia
  • Crescimento e desenvolvimento
  • Diarreia
  • Doenças clínicas na gravidez
  • Doenças das vias biliares
  • Endocrinologia
  • Epidemiologia
  • Estratégias de saúde da família
  • Ética Médica
  • Hemorragia digestiva
  • Infectologia
  • Medicina legal
  • Nefrologia
  • Oncologia
  • Parto
  • Pneumologia
  • Pneumologia
  • Prénatal
  • Psiquiatria
  • Saúde coletiva
  • Saúde do trabalhador
  • SUS
  • Técnica cirúrgica
  • Toxicologia
  • Toxicologia
  • Trauma
  • Trauma abdominal
  • Urologia
  • Violência doméstica

Já na prova subjetiva os assuntos que apareceram no exame foram:

  • Diagnóstico de condiloma acuminado e violência sexual infantil;
  • Diagnóstico de Sífilis;
  • Equipe da Saúde da Família;
  • Estupro;
  • Morte encefálica e conduta médica quanto à doação de órgãos;
  • Obesidade infantil;
  • Síndrome metabólica;
  • Síndrome Metabólica;
  • Solicitação de exames complexos pelo paciente.

Segunda etapa

A prova de habilidades clinicas ainda não teve seu edital divulgado, nem sua data. Mas, deve seguir o padrão das edições anteriores, onde o candidato passava por 10 estações, nas quais ele deveria investigar a história clínica, interpretar exames complementares, formular hipóteses diagnósticas, demonstrar conhecimento e domínio de procedimentos médicos e realizar aconselhamento a pacientes ou familiares.

Acompanhe nossa editoria de Carreiras e saiba mais sobre educação, processos seletivos, vestibulares e mais.

Jamille NovaesJamille Novaes
Jamille Pereira Novaes é graduada em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual do Sudoeste da Bahia (UESB), pós-graduada em Gestão da Educação pelo Centro Universitário Maurício de Nassau (UNINASSAU). Como professora de Língua Portuguesa, já atuou no ensino fundamental I e II. Atualmente, trabalha com professora de Língua Portuguesa no ensino técnico e redatora da editoria de carreiras do portal FDR.