Quando recebo a 6ª parcela do auxílio emergencial? Confira calendário!

O Governo Federal divulgou o cronograma de crédito em poupança e saque das parcelas extras do auxílio emergencial, concedido neste período de pandemia do novo coronavírus no país. O benefício, que antes era de R$ 600, foi reduzido para R$ 300, e já não atende todos os núcleos familiares cadastrados no início da oferta. É preciso ficar atento a quem tem direito e quando poderá “sentir o valor no bolso” .

Quando recebo a 6ª parcela do auxílio emergencial? Confira calendário!
Quando recebo a 6ª parcela do auxílio emergencial? Confira calendário! (Imagem: Reprodução / Google)

As novas parcelas do auxílio emergencial foram anunciadas no mês de agosto. Elas são depositadas conforme o mês em que o beneficiário solicitou o auxílio. Quanto mais tarde o cadastro foi realizado, menos parcelas serão depositadas.

Além disso, o cronograma mostra que o benefício será cedido de acordo com o mês de nascimento dos beneficiários. Ou seja, recebem primeiro os aniversariantes de janeiro, fevereiro, março, abril e assim por diante.

Especificamente a 6ª parcela (ou 1ª parcela extra) começará a ser paga nesta quarta-feira (30) para quem tem acesso ao auxílio emergencial desde abril, não faz parte do programa Bolsa Família e nasceu em janeiro.

Os nascidos em dezembro serão os últimos a receberem o crédito em poupança, no dia 1º de novembro. O valor só ficará disponível para saques e transferências em 5 de dezembro.

Confira o calendário da 6ª parcela do auxílio emergencial

Nascido em Crédito em Poupança Saques e Transferências
Janeiro 30 de setembro 7 de novembro
Fevereiro 5 de outubro 7 de novembro
Março 7 de outubro 14 de novembro
Abril 9 de outubro 21 de novembro
Maio 11 de outubro 21 de novembro
Junho 14 de outubro 24 de novembro
Julho 16 de outubro 26 de novembro
Agosto 21 outubro 28 de novembro
Setembro 25 de outubro 28 de novembro
Outubro 28 de outubro 1 de dezembro
Novembro 29 de outubro 5 de dezembro
Dezembro 1 de novembro 5 de dezembro

 

Calendário do Bolsa Família

O calendário de depósito, saque e transferências para beneficiários do auxílio emergencial que também são contemplados pelo programa Bolsa Família é diferente. Ele é regido pela mesma data de pagamento do Bolsa.

Vale ressaltar que o número de beneficiários do Bolsa em relação ao auxílio emergencial caiu, uma vez que, agora, recebem as parcelas extras apenas aqueles que recebem valor igual ou menor que R$ 299,99 no Bolsa.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Isabela Veríssimo
Isabela Veríssimo é jornalista formada pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) com passagens por redações, desde 2016, como o Diario de Pernambuco, Jornal do Commercio e Rede Globo. Atualmente dedica-se à redação de economia do portal FDR.