Desemprego: Conheça os setores que mais demitiram em meio a pandemia do coronavírus

Com os impactos causados pela pandemia do novo coronavírus que acarretou no isolamento social, o mercado de trabalho registrou perdas no trimestre móvel até o mês de julho de 2020. O destaque negativo em desemprego fica com os resultados do comércio, serviços domésticos, alojamento e alimentação, segundo dados publicados hoje (30) pelo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

publicidade
Desemprego: Conheça os setores que mais demitiram em meio a pandemia do coronavírus
Desemprego: Conheça os setores que mais demitiram em meio a pandemia do coronavírus (Imagem: Google)
publicidade

Ao total, o número de trabalhadores ocupados diminuiu em 8,1% em relação ao trimestre encerrado no mês de julho deste ano, na comparação ao trimestre móvel anterior, o correspondente a 7,2 milhões de pessoas a menos.

Eram 82 milhões de pessoas ocupadas, o menor contingente da série histórica da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), que teve seu início em 2012.

Segundo a pesquisa, a população ocupada no comércio diminuiu em 1,613 milhões de pessoas no trimestre até o mês de julho, frente aos três meses anteriores, uma diminuição de 9,7%. Atualmente o total de pessoas que estão ocupadas no comércio é de 15 milhões

O setor de alojamento e alimentação perdeu 1,1 milhão de trabalhadores ocupados frente ao trimestre móvel anterior, uma queda de 23,2% no quadro total de pessoas na atividade, para 4,9 milhões de pessoas. O emprego doméstico, por sua vez, apresentou uma diminuição de 941 mil ocupados, para 4,6 milhões de pessoas, o correspondente a uma baixa de 16,9%.

Todos os dez grupos de ocupação que foram acompanhados pelo IBGE demonstraram uma diminuição por esse tipo de comparação entre o trimestre até julho e os três meses anteriores. Na indústria geral (que leva em consideração grandes fábricas a pequenos autônomos), por exemplo, a baixa foi de 916 mil ocupações.

Mais informações sobre o IBGE

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) é constituído como principal provedor de dados e informações do Brasil, que busca atender às necessidades de vários segmentos da sociedade civil, bem como dos órgãos das esferas governamentais federal, estadual e municipal.

O IBGE oferece uma visão completa e atual do território nacional, por meio do desempenho de algumas funções como a produção e análise de informações estatísticas

Giovanna FreitasGiovanna Freitas
Giovanna Freitas é graduanda na Universidade Anhembi Morumbi (UAM), atualmente é redatora do portal FDR produzindo pautas sobre finanças.