Ministro da Cidadania anuncia publicação do novo calendário do auxílio emergencial

O Ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, anunciou que o cronograma de pagamento das novas quatro parcelas do auxílio emergencial será divulgado na próxima segunda-feira (28). Até agora, só foi definido o calendário de pagamento para os beneficiários do Bolsa Família.

publicidade
Ministro da Cidadania anuncia publicação do novo calendário do auxílio emergencial
Ministro da Cidadania anuncia publicação do novo calendário do auxílio emergencial (Imagem: Montagem/FDR)
publicidade

Segundo o Ministro da Cidadania, o calendário de pagamento do auxílio emergencial para os que não fazem parte do Bolsa Família será divulgado na próxima semana.

“A gente pretende, no máximo até segunda-feira [28], fazer a publicação. Desde o início a gente sempre manteve o cronograma do Bolsa Família porque são 14 milhões e 274 mil famílias que são as famílias mais vulneráveis do Brasil”, afirmou Onyx.

Os beneficiários do Bolsa Família já começaram a receber a 6ª parcela do auxílio emergencial desde a última quinta-feira (17). Veja abaixo o calendário de pagamento das quatro parcelas de acordo com o final do NIS:

Final do NISPagamento 6ª parcelaPagamento 7ª parcelaPagamento 8ª parcelaPagamento 9ª parcela
117/0919/1017/1110/12
218/0920/1018/1111/12
321/0921/1019/1114/12
422/0922/1020/1115/12
523/0923/1023/1116/12
624/0926/1024/1117/12
725/0927/1025/1118/12
828/0928/1026/1121/12
929/0929/1027/1122/12
030/0930/1030/1123/12

 

Houve uma redução de quase três milhões de beneficiários que voltaram a receber o Bolsa Família da forma tradicional, por ser uma valor igual ou superior aos R$300.

Segundo o ministro, os outros beneficiários receberão até setembro as novas parcelas com o valor reduzido.

“Os demais, que devem já ter o calendário colocado, eu espero que até o final da semana, mas no máximo até segunda-feira vai ser publicado. A equipe está trabalhando fortemente para ver se até o final desta semana ou no máximo na segunda a gente publica no diário oficial para iniciar os pagamentos ainda no mês de setembro”, disse.

Auxílio emergencial

No início de setembro o presidente da república anunciou o pagamento de mais quatro parcelas do auxílio, com valor reduzido para R$300. O benefício é destinado para trabalhadores informais, desempregados, microempreendedores individuais (MEI), autônomos e beneficiários do Bolsa Família.

Para receber o benefício é necessário ter mais de 18 anos ou ser mãe adolescente, não ter nenhum emprego formal, não ser beneficiário do INSS e ter uma renda familiar mensal de até três salários mínimos.

Já se sabe que não haverá novos cadastros e que nem todos receberão as quatro parcelas. Veja abaixo as possibilidades:

    • Quem recebeu a primeira parcela de R$600 em abril: receberá quatro parcelas de R$300, começando em setembro;
    • Quem recebeu a primeira parcela de R$600 em maio: receberá três parcelas de R$300, começando em outubro;
    • Quem recebeu a primeira parcela de R$600 em junho: receberá duas parcelas de R$300, começando em novembro;
    • Quem recebeu a primeira parcela de R$600 em julho: receberá uma parcela de R$ 300, começando em dezembro.

Glaucia AlvesGlaucia Alves
Gláucia Alves, formada em Letras-Inglês pela Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE). Foi professora por 7 anos. Esse ano começou a trabalhar como redatora e como corretora de redação. Atualmente, trabalha na equipe do portal FDR e realiza consultoria de redação on-line.