Pará reabre unidades escolares para aulas presenciais

Volta as aulas vira motivo de confronto no estado do Pará. Mediante uma pressão das instituições de ensino particular, o governo estadual informou que as aulas poderão ocorrer presencialmente a partir desta terça-feira (01). A notícia foi divulgada ontem (31), porém no que diz respeito a rede estadual, as programações permanecerão suspensas.  

Pará reabre unidades escolares para aulas presenciais com volta parcial (Imagem: Google)
Pará reabre unidades escolares para aulas presenciais com volta parcial (Imagem: Google)

Desde que começou a infecção pelo novo coronavírus, os centros de ensino precisaram paralisar suas atividades em todas as regiões do país.

Em Belém, após um período de quase quatro meses de isolamento, as escolas privadas realizaram manifestações solicitando o retorno. Muitos utilizaram como justificativa a crise no setor, que resultaria na demissão de professores e demais servidores.  

Dessa forma, o governo do estado publicou um decreto permitindo que as aulas voltassem a ocorrer presencialmente. Entretanto, a decisão de reabertura é facultativa, isso significa dizer que cabe aos centros de ensino privados escolherem se irão aderir ou não.  

Ensino público no Pará 

Nas escolas municipais, as atividades ainda permanecerão suspensas. De acordo com a secretaria de saúde, mesmo com uma diminuição no número de infectados (crianças) o processo de retomada não poderá ocorrer de uma única vez. 

Dessa forma, apenas os estudantes que estão cursando o terceiro ano do ensino médio contarão com aulas. Entretanto, estas serão ofertadas pela modalidade remota.

Os professores estarão disponibilizando conteúdos nas plataformas digitais para que os jovens possam cumprir o ano letivo e tentar uma vaga no vestibular.  

Dados do covid  

Secretário adjunto da secretaria de educação, Sipriano Ferraz, explicou que houve uma redução de cerca de 60% nas crianças infectadas ao longo dos últimos 14 dias. Segundo a última análise, 11% de todos os casos de covid no estado são diagnosticados em crianças.  

“Temos redução de 76% da média móvel de casos nos últimos 14 dias. Falando especificamente em crianças, essa redução é de 64%. Com o passar dos dias, o número de casos de crianças vem caindo. Antes tínhamos a média de 54 crianças positivadas por dia. Hoje temos a média de 16 crianças positivadas por dia“, diz o secretário adjunto. 

Para os alunos do ensino fundamental e superior ainda não há uma previsão de retorno.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.