Banco Digital: Como usar com segurança

Os aplicativos e sites dos bancos digitais não são nenhuma novidade, nas últimas décadas cada vez mais pessoas realizam suas transações bancárias do dia a dia através da internet. No entanto, com o período de quarentena graças ao novo coronavírus, precisamos contar ainda mais com esse recurso digital para praticamente todas as nossas operações bancárias, e até mesmo quem evitava o internet banking precisou se adaptar à nova realidade.

Banco Digital: Como usar com segurança
Banco Digital: Como usar com segurança (Imagem: Reprodução/Pexels)

A praticidade de ter na palma das mãos, ou na tela do computador, todos os serviços de seu banco sem precisar se deslocar até a agência ou pegar filas imensas é uma grande vantagem, no entanto, é preciso se atentar à segurança, já que os bancos são talvez o serviço com maior número de dados pessoais que possuímos, e boa parte de nosso dinheiro se encontra sob tutela dessas instituições.

Um invasor mal intencionado poderia causar grandes danos sociais e financeiros, por isso, é importante aprender a evitar qualquer tipo de risco.

Confira nossas principais dicas para acessar o banco digital através do computador ou smartphone em segurança, sem precisar se preocupar com as ameaças digitais que podem roubar seus dados.

Para começarmos, é importante destacar que nenhuma medida de segurança em um dispositivo específico será útil se a conexão entre nossos aparelhos e a internet for desprotegida.

Por isso, antes de seguir às próximas dicas esse artigo assume que o usuário está conectado à uma VPN com servidor no Brasil, aplicativo que irá usar criptografia para impedir que os dados de sua conexão sejam interceptados por terceiros, essa etapa é fundamental para evitar vazamento de dados.

Segundo Harold Li, Vice-Presidente da ExpressVPN: “A maioria dos consumidores ainda tem pouca consciência da segurança de dados e regularmente se envolvem em comportamentos online que colocam suas informações pessoais em risco. Em um mundo cada vez mais conectado, todos devem tomar medidas para proteger a privacidade e segurança, incluindo fundamentos de como usar uma VPN para proteger a conexão, usar autenticação de dois fatores para contas online importantes, verificar as configurações de privacidade nas redes sociais – e fazer o mesmo para pessoas com menos experiência em tecnologia.”

Banco Digital: Como usar com segurança
Banco Digital: Como usar com segurança (Imagem: Reprodução/Pexels)

Medidas de segurança para utilizar um banco digital

Primeiramente, precisamos selecionar os dispositivos que serão usados para nossas operações bancárias, e garantir a integridade de cada um deles. Para isso, atente-se às seguintes dicas:

Atualização do sistema

Seja no computador ou no celular, falhas de segurança estão constantemente sendo encontradas e abusadas por hackers. Da mesma forma, especialistas em segurança digital encontram formas de remediar as vulnerabilidades, emitindo atualizações que resolvem o problema.

Por isso, é fundamental atualizar o dispositivo para a versão mais recente do Windows, Android ou iOS, assim como atualizar individualmente o aplicativo do banco.

Navegador web

Caso o acesso ao banco digital seja feito através de um site, e não aplicativo, é preciso garantir o uso de um navegador seguro. Para isso, é recomendável instalar a versão mais recente do Mozilla Firefox, Microsoft Edge ou Google Chrome, e manter o navegador livre de extensões de terceiros.

As extensões podem oferecer recursos interessantes, como bloqueio de anúncios ou download de vídeo, mas são perigosas devido ao acesso que possuem à cada site acessado pelo usuário. Na loja de extensões do Chrome, por exemplo, uma a cada 10 extensões possuem código malicioso que rouba os dados dos usuários, e nem sempre é fácil saber se uma extensão é segura.

Root e jailbreak

A técnica de root no Android, e jailbreak no iPhone, consiste em modificar o sistema para obter privilégios de administrador. Assim, usuários ganham acesso à customizações na aparência do sistema, e em alguns casos, aplicativos pirateados.

No entanto, isso também deixa o aparelho exposto a uma quantidade imensurável de vulnerabilidades de segurança, por isso, é crucial jamais acessar aplicativos bancários através desses aparelhos. Alguns apps, como o Banco Inter, bloqueiam o acesso ao perceber que o aparelho está com root.

Anti-malware

Em smartphones, o uso de aplicativos antivírus não é recomendado devido à natureza dos ataques em dispositivos móveis e alto impacto na bateria. No entanto, em computadores, é essencial o uso de um programa antivírus atualizado.

Para usuários de Windows, o Windows Defender é a melhor opção, e para os usuários do macOS, o MalwareBytes é uma opção gratuita. Outros antivírus estão disponíveis no mercado, com gama variada de recursos e preços.

Dicas importantes para bancos

Com os dispositivos protegidos, é importante aprender mais alguns truques para garantir o acesso seguro ao banco, como linha adicional de defesa.

  • Acesse o banco digitando diretamente o endereço no navegador. Não use mecanismos de pesquisa e nem links recebidos por email, pois estes são alvo de ataques onde um site falso substitui o site real.
  • Verifique sempre se o link do site que está visitando começa com HTTPS, ao invés de apenas HTTP, que indica o uso do protocolo SSL de segurança.
  • Em muitos bancos brasileiros, o título da página é substituído por caracteres estranhos. Esse é um mecanismo de segurança que tenta camuflar a página contra ataques. Assim, ao invés de “Banco do Brasil” o site oficial pode dizer “B@nc0 do Br4s1l”.
  • Configure seu roteador com um DNS seguro, criptografia WPA2 e senha forte, contendo símbolos, números e pelo menos 8 caracteres.
  • Caso requisitado, aceite a instalação dos plugins de “guardião” que alguns bancos como o Itaú exigem na máquina, esses aplicativos monitoram o sistema enquanto o site está aberto.
  • Habilite a biometria quando disponível, seja através da impressão digital ou reconhecimento facial, para aumentar a segurança.
  • Se disponível, use todos os métodos de autenticação de dois fatores, como token digital, cartão de senhas, iToken e SMS.

Conclusão

Com algumas dicas simples é possível aumentar consideravelmente a sua segurança na hora de utilizar o internet banking. Dessa forma, você fica seguro em casa longe das aglomerações, e seus dados ficam seguros através de um dispositivo protegido.

Priorize o internet banking, já que muitos bancos estão alterando seu funcionamento, como a Caixa que diminui horário das agências.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Redação
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.