Pronampe ganha mais três meses de vigência após prorrogação do governo

Foi prorrogado por mais três meses pelo governo federal, o período para oficialização das operações de crédito através do Pronampe (Programa de Apoio às Microempresas e Empresas de Pequeno Porte). O programa foi concebido para ajudar o setor em meio a crise causada pela pandemia do coronavírus.

Pronampe ganha mais três meses de vigência após prorrogação do governo
Pronampe ganha mais três meses de vigência após prorrogação do governo (Imagem FDR)

A decisão do governo já consta no Diário Oficial da União de hoje (19), dia em que terminaria o prazo. A portaria que consta a mudança foi assinada por Carlos da Costa, o secretário Especial de Produtividade, Emprego e Competitividade.

Através do Pronampe, o governo garante os empréstimos tomados pelas micro e pequenas empresas. Todas as instituições financeiras públicas e privadas podem operar o Pronampe.

O Pronampe é voltado para:

  • microempresas com faturamento de até R$ 360 mil por ano;
  • pequenas empresas com faturamento anual de de R$ 360 mil a R$ 4,8 milhões.

O Pronampe foi concebido pelo governo em abril através de uma medida provisória. Depois de ser aprovado pelos congressistas, o texto foi sancionado por Bolsonaro em maio.

A primeira parcela de recursos distribuídos através do programa, de R$ 18,7 bilhões, acabou em pouco mais de um mês.

Desta forma, o Congresso liberou, através de alterações na medida provisória que concebeu o programa, a destinação de uma nova parcela de R$ 12 bilhões ao Pronampe. O texto deve ser sancionado hoje pelo presidente Bolsonaro.

Pontos importantes

  • Quais empresas podem acessar a linha de crédito?

O Pronampe é direcionado para as microempresas que tem até R$ 360 mil de faturamento anual, e empresas de pequeno porte, que contam com faturamento de até R$ 4,8 milhões por ano.

Para ter o crédito concedido, é necessário estar em dia com as declarações enviadas à Receita Federal.

  • Taxa de juros e prazo para pagar 

A taxa de juros é de 1,25% ao ano, acrescido da taxa Selic (atualmente em 2,25% ao ano). O prazo para pagar é de até 36 meses, com carência de oito meses.

Sendo assim, quem pegar o empréstimo este mês por exemplo, começará a pagar o financiamento em abril de 2021.

  • Limite de cada operação 

O limite será de 30% do faturamento de 2019. As empresas criadas há menos de um ano, o valor poderá ser de 50% do capital social ou de 30% da média de faturamento mensal, o que for mais vantajoso.

  • Empresas poderão demitir ao aderir ao Pronampe?

As empresas que aderem não poderão demitir seus funcionários no período de dois meses.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Pronampe ganha mais três meses de vigência após prorrogação do governo

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA