Auxílio emergencial: 1,5 milhão de pedidos aguardam resposta

Fazem duas semanas que as solicitações para o recebimento do auxílio emergencial acabaram e cerca de 1,5 milhão de pessoas ainda não sabem se vão receber a ajuda. O último dia de cadastros foi em 2 de julho.

Auxílio emergencial: 1,5 milhão de pedidos aguardam resposta
Auxílio emergencial: 1,5 milhão de pedidos aguardam resposta (Imagem FDR)

A empresa responsável pelo processamento dos pedidos do auxílio é a Dataprev que informou ter concluído a análise de 1,5 milhões de contestações (pedidos negados que passaram por reanálise), e o encaminhamento dos dados para o Ministério Da Cidadania que irá validá-los para o pagamento ser efetuado.

A Dataprev também informou que concluiu as análises de todas as solicitações que foram feitas até a data final para o cadastramento, sem confirmar a quantidade.

Segundo a estatal, 99,7% dos pedidos realizados já foram processados, restando apenas 256.582 pedidos.

Desta forma, segundo os dados da Dataprev, cerca de 1,5 milhão de pessoas ainda estão na espera da validação de seus dados pelo Ministério da Cidadania para saber se irão ter acesso ao auxilio emergencial. Porém, os dados divulgados pela empresa são diferentes dos da Caixa Econômica

A Caixa diz que foram realizados 109,1 milhões de cadastros para recebimento do auxílio até 2 de julho, quando terminou o prazo para solicitação.

Deste total, fazem parte os beneficiários do Bolsa Família, trabalhadores inscritos no Cadastro Único e também os que se inscreveram no programa através do site ou aplicativo.

Até ontem (15), no entanto, 107,8 milhões de cadastros tinham sido processados, o que deixa outros 1,3 milhão ainda à espera da primeira análise. Outros 894,1 mil pedidos esperam pela reanálise de seus dados. Os dados da Caixa, portanto, apontam para 2,19 milhões de trabalhadores ainda aguardando resultado do pedido do benefício.

Todos receberão, mas ainda sem data

Mesmo que ainda não tenha um calendário de pagamentos definido para estes 1,5 milhão de solicitações já processadas pela Dataprev (elas dependem de homologação do Ministério da Cidadania), todos que forem aprovados vão receber todas as parcelas do auxilio emergencial.

Para consultar o andamento de sua solicitação, o trabalhador pode acessar o aplicativo ou site do auxilio emergencial.

A Dataprev lembra que é responsável somente pela análise para a primeira parcela do auxílio. As reavaliações e autorização para os demais pagamentos é de responsabilidade do Ministério da Cidadania.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira é formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo. Atua como redator do portal FDR, onde já cumula vasta experiência e pesquisas, produzindo matérias sobre economia, finanças e investimentos.