Poupança ou renda fixa? Onde vale mais a pena deixar o SEU dinheiro

Muitos brasileiros se questionam sobre investir na poupança. Mas aqueles que acompanham o mundo dos investimentos já perceberam a queda da taxa Selic. Atualmente, ela está com a menor taxa da história, em 2,25%.

Poupança ou renda fixa? Onde vale mais a pena deixar o SEU dinheiro
Poupança ou renda fixa? Onde vale mais a pena deixar o SEU dinheiro (Foto: Google)

É importante ressaltar que essa taxa é importante para ditar o ritmo da poupança e também de investimentos de renda fixa. E essa é umas das grandes questões para os investidores: qual das duas opções é mais vantajosa?

Para entender melhor, vamos citar uma simulação da Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade), considerando vários cenários.

Rendimentos atuais ao investir na Poupança

Primeiramente, é preciso entender que a taxa Selic é um juro definido periodicamente pelo Banco Central e serve de base para várias outras taxas. Dessa forma, 70% desta taxa significa um rendimento de pouco menos da taxa cheia, atualmente em 2,25% ao ano.

Com essa análise, podemos afirmar que, atualmente, a poupança está rendendo 0,13% ao mês ou 1,58% ao ano.

Rendimentos ao investir em fundos de Renda Fixa

Esses investimentos também são guiados pela taxa Selic. Dentro da Renda Fixa existem diversas aplicações, são algumas delas: CDBs, debêntures, entre outros.

Atualmente, esse rendimento tem sido impactado de forma direta pela taxa de administração cobrada pelo fundo. Além disso, o tempo de investimento é muito importante, pois quanto maior o tempo, menos imposto á pago.

Conclusão

Analisando os dois cenários, é possível ver que a Poupança sai na frente em diversos aspectos. O único item onde há um empate é quando o fundo cobra a menor taxa de administração (0,5% ao ano) e o resgate ocorre após dois anos.

Isso acontece, pois após esse período há uma cobrança reduzida nos impostos. Nesse caso, o imposto cobrado é de apenas 15%. Vale lembrar que na Renda Fixa, se o resgate for realizado antes de seis meses, cobra um imposto que pode chegar a 22,5%.

Apenas nessa situação descrita acima, é possível afirmar que, ambos investimentos, rendem 0,13%.

Para muitos é surpreendente o fato de a poupança ser um investimento mais atrativo. Mas é importante que se analise muito antes de definir a sua decisão.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Amanda Castro
Amanda Castro é graduada em Comunicação Social com habilitação em Jornalismo pela Universidade Católica de Pernambuco (UNICAP) e graduanda de Administração pela Secretaria de Educação e Esportes de Pernambuco (SEE). É responsável pela área de negócios, tráfego e otimização SEO do portal FDR. Além disso, atua como redatora do portal FDR e demais portais de notícias desde 2017, produzindo conteúdo sobre economia, finanças pessoais e programas sociais.