Pesquisa mostra melhores áreas para buscar vagas de emprego na pandemia

Isolamento social aumenta o número de demissões em todo o Brasil e também a busca por atividades online. Na última semana, o portal G1 fez um levantamento dos principais setores que estão fornecendo vagas de emprego durante a pandemia. De acordo com a pesquisa, mediante a proliferação do novo coronavírus, uma parcela significativa de servidores passou a migrar para as plataformas digitais, como forma de garantir o salário no fim do mês.  

Pesquisa mostra melhores áreas para buscar vagas de emprego na pandemia (Imagem: Reprodução - Google)
Pesquisa mostra melhores áreas para buscar vagas de emprego na pandemia (Imagem: Reprodução – Google)

Segundo a reportagem, a busca por empregos online se tornou uma das principais alternativas dos últimos três meses. Com a ampliação do serviço ‘home office’ (trabalho de casa), os profissionais estão readaptando os espaços de suas salas e escritórios domésticos para assim puderem se enquadrar no novo modelo mercadológico.  

“Vale a pena considerar os trabalhos pela internet como uma fonte de renda extra, uma forma de flexibilizar a rotina de trabalho ou até mesmo buscar um novo rumo para a carreira profissional”, explicou Adeel Qayum, estrategista de conteúdo e de marketing. 

O especialista ressalta que, para poder se encaixar nas vagas digitais, a melhor alternativa é fazer cadastros em plataformas confiáveis. Normalmente, muitas empresas criam um banco de talentos digital, presentes em seus próprios sites, onde o usuário deve fornecer seus dados de contato, experiências, formações e qualificações.  

GetNinjas releva mais de 1,5 milhões de vagas de emprego  

Considerado um dos maiores aplicativos de contratações de serviço no mercado nacional, o GetNinjas vem fazendo um levantamento mensal dos novos servidores durante o período da pandemia. O relatório é baseado em mais de 500 tipos de serviço e tem como foco os profissionais autônomos.  

“Por conta da pandemia, as pessoas tiveram que alterar suas rotinas e a contratação de serviços online se tornou a única opção viável para muitas famílias. Do outro lado, temos o prestador de serviços que, impossibilitado de sair de casa para trabalhar, consegue manter a renda familiar ao se adaptar para o trabalho remoto. Como agora diversas profissões e serviços migraram para o universo online, procuramos expandir o leque de serviços remotos para atender as necessidades do mercado” explica Eduardo L’Hotellier, fundador e CEO do GetNinjas. 

Segundo a pesquisa, há vagas para as mais diversas atividades, como cadastramento de cães, aula de confeitaria, consulta psicológica, aula de tricô, consulta de fisioterapia, aula de dança, aulas voltadas para alunos com autismo, déficit de atenção, dislexia e hiperatividade, serviços de tradução de novos idiomas e mais.  

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA