FGTS emergencial ficará “preso” na poupança e trabalhadores reclamam; entenda!

Governo Federal liberou mais uma medida emergencial para auxiliar brasileiros na recuperação econômica durante a pandemia do novo coronavírus. O saque emergencial do FGTS, o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, já teve o seu calendário divulgado com início no dia 29 de junho.

publicidade
FGTS emergencial ficará
FGTS emergencial ficará “preso” na poupança e trabalhadores reclamam; entenda! (Montagem/FDR)
publicidade

Mas com uma novidade. Desta vez, o pagamento inicial é feito através do depósito em poupança digital na Caixa, gerenciamento do dinheiro acontece através do aplicativo Caixa Tem – disponível para download nos sistemas operacionais Android e iOS.

Com isso, serão dois fluxos: o primeiro no qual o dinheiro é depositado na poupança digital, e um segundo momento onde o trabalhador pode realizar o saque e transferências dos valores.

Sendo assim, o dinheiro por um tempo será redito para saques e transferências, podendo apenas ser realizado o uso virtual até a liberação do benefício com relação ao mês de nascimento do trabalhador.

Em seguida será possível realizar os saques, em diversos terminais de atendimento Caixa, como Lotéricas, Banco 24h e agências Caixa. Para isto, é necessário ter em mãos o código de retirada dos valores gerado no app Caixa Tem.

Calendário de depósito do FGTS no Caixa TEM

Mês de nascimentoCrédito em conta poupançaSaque ou transferência
Janeiro29 de junho25 de julho
Fevereiro6 de julho8 de agosto
Março13 de julho22 de agosto
Abril20 de julho5 de setembro
Maio27 de julho19 de setembro
Junho3 de agosto3 de outubro
Julho10 de agosto17 de outubro
Agosto24 de agosto17 de outubro
Setembro31 de agosto31 de outubro
Outubro8 de setembro31 de outubro
Novembro14 de setembro14 de novembro
Dezembro21 de setembro14 de novembro

 

Vão receber o benefício aqueles trabalhadores com contas ativas ou inativas do FGTS. Mas é necessário que o mesmo realize o saque apenas de um limite de R$ 1.045, independente do número de contas.

A expectativa é de que 60,8 milhões realizem os saques dos valores em conta. Segundo a Caixa, devem ser liberados R$ 37,8 bilhões. A adesão ao beneficio não é obrigatória. Conferência de valores em saldo estão disponíveis para consulta no site do banco.