Auxílio emergencial NÃO gera e-mail para atualização de app; isso é golpe!

O governo federal liberou durante a pandemia do novo coronavírus diversas medidas que visam garantir um apoio aos brasileiros que estão sofrendo com a crise. Entre as ações, o auxílio emergencial foi um dos que movimentou o cenário do país nos últimos meses.

Auxílio emergencial NÃO gera e-mail para atualização de app; isso é golpe! (Reprodução/Internet)
Auxílio emergencial NÃO gera e-mail para atualização de app; isso é golpe! (Reprodução/Internet)
publicidade

Por ser um assunto no qual está sempre na mídia e noticiado de forma expressiva, o benefício também está sendo visualizado como oportunidade para golpistas se aproveitarem e roubarem os dados de brasileiros.

Foi observado pela Caixa Econômica Federal uma série de golpes que estão sendo aplicados, para tentar fisgar dos beneficiários os dados para realizar a clonagem de informações e outras informações. O órgão orienta que é necessário ficar atento a esses pontos.

Uma das principais formas de ação dos criminosos é o de envio de e-mail que são falsos. Nele, a orientação é para que os usuários realizem uma atualização no aplicativo do Caixa Auxílio Emergencial ao clicar em um link malicioso.

É importante lembrar que a Caixa não realiza esta comunicação com o cliente a fim da realização da atualização via e-mail, sendo assim todos esses pontos falsos. Além da Caixa, outras empresas também estão sendo usada por golpistas na hora de comunicação com as vítimas.

Entre elas, Itaú, Banco do Brasil, Bradesco, Caixa Econômica Federal, Santander, Claro, Oi, Tim, Vivo, Net, Sky, Netflix, Globoplay, MercadoPago e PagSeguro. Ainda são visualizadas outras formas de comunicação com o cliente utilizando o Facebook, Instagram e WhatsApp.

Outro ponto que também está sendo observado, é que os criminosos estão deixando uma espécie de pegadinha no corpo da mensagem, no qual também inclui links maliciosos nas mensagens de “Se não quer mais receber e-mails, clique aqui”. Este link também é fraudulento e o fará cair no golpe.

Orientação é de ao receber esta comunicação, entrar em contato com a empresa no qual você recebeu o e-mail através dos serviços de comunicação disponível nos sites das companhias.