Novas parcelas do auxílio emergencial devem pagar R$300; veja quem recebe

O aumento no número de parcelas do auxílio emergencial do governo foi amplamente comentada nos últimos dias e pode realmente acontecer. O governo já decidiu e vai propor ao Congresso um valor adicional de R$600 para as pessoas que já possuem acesso ao auxilio. O presidente Jair Bolsonaro quer que o valor seja dividido em duas parcelas de R$300.

Novas parcelas do auxílio emergencial devem ser de R$300; veja quem recebe
Novas parcelas do auxílio emergencial devem ser de R$300; veja quem recebe (Imagem FDR)

O auxilio emergencial começou a ser pago em abril e tinha uma previsão inicial de repasse em três parcelas de R$600.

Durante a discussão com a equipe econômica para definir as parcelas extras, a ideia seria pagar mais três parcelas de R$200. Fontes próximas a Bolsonaro afirmaram que ele considerou o valor baixo e levantou a possibilidade do pagamento de duas parcelas de R$300.

A preocupação com pessoas que omitem informações e acabam tendo acesso indevido ao auxílio ainda é grande, e o TCU (Tribunal de Contas da União) informou que cerca de 8 milhões de pessoas podem ter fraudado o sistema. Ainda existem uma média de 11 milhões de solicitações em análise.

Agora a proposta do governo precisa passar pelo Congresso Nacional onde pode enfrentar certa rejeição. A primeira proposta do auxilio chegou no Congresso com o valor de R$200, e somente após um acordo com o governo, teve seu valor definido em R$600. Os pagamentos do auxilio representam R$15 bilhões as contas públicas.

Caixa abre 50m de contas poupança para pagar auxílio emergencial

Querendo aumentar sua participação em todo o Brasil, a Caixa Econômica abriu de forma compulsória uma poupança digital para todos os beneficiários do auxilio emergencial, mesmo para quem indicou uma conta de outro banco para receber a primeira parcela do dinheiro.

O banco deseja abrir também 4 milhões de poupanças digitais para as pessoas inscritas no Bolsa Família que recebem o auxílio emergencial pelo cartão do programa.

Pedro Guimarães, o presidente da Caixa, disse que o banco pretende realizar a abertura de 50 milhões de contas poupanças para pessoas que não possuem conta em banco, no entanto, parte deste montante já possuem conta bancária.

A lei que estabeleceu o auxilio emergencial falava que a Caixa poderia abrir uma poupança digital somente parta as pessoas que não possuíam ou não indicaram no cadastro uma conta bancária de qualquer instituição.

Mas agora, no pagamento da segunda parcela do auxilio, a Caixa decidiu abrir uma conta poupança para todos, exceto para quem recebe o Bolsa Família.

De uma média de 40 milhões de contas poupança digitais que já estão abertas, 29,3 milhões são de pessoas que realizaram o cadastro do auxilio pelo aplicativo ou site.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Paulo Amorim
Paulo Henrique Oliveira, formado em Jornalismo pela Universidade Mogi das Cruzes e em Rádio e TV pela Universidade Bandeirante de São Paulo, atua como do redator do portal FDR produzindo matérias sobre economia em geral e também como repórter do site Aparato do Entretenimento cobrindo o mundo da TV e das artes.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA